Wiki Chaves
Advertisement
A Bola de Cristal
Chapolin7731
Episódio de Chapolin
Título Original Bolita, Por Favor
Elenco Roberto Bolaños
Ramón Valdez
Carlos Villagrán
Florinda Meza
Ruben Aguirre
Versão 2
Exibição 1977
Anterior Tudo sobe, até os aviões - parte 2
Próximo Os bebês não vêm mais de Paris; agora, vem de Júpiter
Dublagens MAGA: 1 Dublagem (1990)
Obs.: No SBT, este episódio foi exibido uma única vez em 1990 e voltou ao ar em 14/10/2006.
Remake de 1974.

A Bola de Cristal (no original Bolita, Por Favor) é um episódio do Chapolin de 1977. Foi exibido uma única vez em 1990, só voltando ao ar em 2006.

Sinopse[]

O Coronel (Ruben Aguirre) analisa uma bola de cristal que pertenceu ao Rajá Cara-Rachada. Lorde Chester (também chamado de Charlie) (Carlos Villagrán), que a comprou, conta que dizem que o Rajá podia ver o futuro na bola. O Coronel diz que alguns afirmam que o Rajá não morreu: forjou sua morte ao ver cenas da mesma na bola de cristal. O Lorde olha na bola e vê uma mulher. O Coronel diz que é apenas o reflexo da esposa do Lorde (Florinda Meza), que oferece uma bebida ao Coronel. Uma faca com um bilhete é arremessada pela janela e quase acerta o Lorde. O bilhete diz que morrerá aquele que possuir a bola de cristal. Outra faca é atirada. O Coronel corre para ver se encontra o atirador. Mesmo sob os protestos de Florinda, o Lorde resolve não vender a bola. O Lorde chama o Chapolin Colorado, que aparece de cabeça para baixo na lareira. Eles explicam a situação e Chapolin quase derruba a bola. As anteninhas de vinil detectam um inimigo. Outra faca é jogada, quase acertando o Chapolin, que resolve ir embora, mas chama sua marreta biônica e acerta o Coronel, pensando ser um bandido. Depois de tudo explicado, o Coronel conta que não encontrou ninguém. As anteninhas do Chapolin apitam novamente. Ele e o Coronel tentam olhar pela fechadura, mas um homem (Ramón Valdez) entra e se apresenta como o Rajá Cara-Rachada, querendo sua bola de cristal de volta. Para provar ser quem é, o Rajá resolve colocar a mão em brasa. Ele pega uma madeira em chamas da lareira, a apaga e coloca sua mão, sem sentir dor alguma. O Chapolin diz que pode fazer o mesmo e, depois de muito enrolar, faz o mesmo, correndo de dor e colocando a mão em um aquário. Florinda pergunta se ele não quer uma pomada. Mesmo ele negando, ela corre para pegar uma. O Coronel conta que pensa que o Rajá possa ser um farsante e diz que irá pesquisar nos arquivos policiais. Enquanto isso, o Rajá vê o futuro do Lorde na bola de cristal. O Lorde não acredita e, para provar, o Rajá diz que o hipnotizará. O Rajá o hipnotiza para que pense ser um chimpanzé ao estalo dos dedos. Não funciona com o Lorde, mas Chapolin vê da sala e é hipnotizado. Chapolin age como um macaco até o Rajá estalar os dedos. O Rajá estala os dedos novamente, fazendo com que Chapolin pense ser um macaco novamente. O Lorde expulsa o Rajá, que pega seu turbante e sai. Chapolin e o Lorde percebem que sumiu a bola de cristal. O Lorde descobre que o Rajá escondeu a bola no turbante e, após estalar os dedos, corre. Chapolin começa a agir como um macaco, assustando Florinda. Chapolin também acaba comendo pomada. O Coronel aparece e diz que o home que estava ali era um farsante que se fazia passar pelo Rajá Cara-Rachada. Florinda estala os dedos e Chapolin volta a agir como normal. Florinda corre para encontrar o marido. O Coronel estala os dedos ao perceber sobre a farsa do falso-Rajá. Chapolin volta a agir como um macaco. Depois, o Chapolin volta ao normal e o Lorde volta com a bola em mãos. O Lorde conta sobre o hipnotismo do farsante e acaba fazendo Chapolin agir como um macaco diversas vezes. Agindo como um macaco, Chapolin acaba derrubando e quebrando a valiosa bola.

Notas[]

Informações retiradas da Lista CH.


Chapolin - Temporada de 1977
Os Marcianos · O Rajá de Kalambur/O Gigante · O Matador de Ratos, Partes 1 e 2 · O Relógio Perdido/Ratos e Ratoeiras· Não é o Mesmo Antiguidades Que Velharias· Onde Estão os Passarinhos?· Perdão, É Aqui Onde Vive o Morto?· A Caranga/Os Automóveis Se Afinam em Dó Maior· Não Seja Burro, Chapolin! · O Julgamento/A Casa Com Goteiras· O Boxeador/O Extrato de Energia Vital· Os Assaltantes de Banco/O Mistério do Mandarim Celeste· Proibido Pisar no Piso· O Doente Que Não Quer Morrer/Injeção: Missão Impossível· Marreta Biônica Calibre 45· Precisa-se de Um Paciente/Casamento com Bruxa, Não!· Para Comer de Graça Num Restaurante/O Fantasma do Índio Riacho Molhado· O Chapolin em Acapulco· Doentes Por Conveniência/Ovos Podres e Moscas· A Corneta na Fazenda· Sansão Ficou Careca· Para Mim, Meu Selo· As Tarifas do Doutor/Eu Não Posso Ver o Homem Invisível Nem Em Pintura· Os Animais Viajam Em Discos Voadores· Na Sala de Emergência/O Mão Negra· O Cadáver Morto de Um Defunto Que Faleceu ao Morrer· Aulas de Golfe/A Volta do Fura-Tripa· A Herança· Por Mais Que Pese, Não Passa do Piso do Poço· Tudo Sobe, Até os Aviões· A Bola de Cristal· Os Bebês Já Não Vêm de Paris, Vêm de Júpiter· A Fortuna de Frédéric Chopin· A Partida de Futebol/E de Saúde, Como Anda o Morto?· Os do Norte Correm Muito e os do Sul Ficarão Pra Trás· O Menino Que Jogou Fora os Brinquedos, Partes 1 e 2· Os Duendes· Não São Todos os Que Estão, Nem Estão Todos os Que São· Comendo e Padecendo/O Caso do Bolo Envenenado· Hospedaria Sem Estrelas· O Poste de Luz/Fotografando o Casamento
Advertisement