Wiki Chaves
Advertisement
Bilhetes Trocados
Bilhetes trocados
Episódio de Chaves
Título Original Los pensamientos del profesor
Elenco Roberto Gómez Bolaños
Carlos Villagrán
Ramón Valdez
Florinda Meza
Rubén Aguirre
Maria Antonieta de las Nieves
Versão 3
Exibição 1977
Anterior A Insônia do Seu Madruga - Parte 3
Próximo Estou morrendo de saudades da minha amiga, mas não muito...
Dublagens MAGA: 2 Dublagens:
(1984) - dublagem perdida (Titulada como Com duas cartas no varal...)
(1990)
Obs.: Se percebe que Marcelo Gastaldi (dublador do Chaves) fala "sua mamá" na dublagem perdida.
É um remake dos episódios perdidos mundiais de 1973 e 1975.
Direção Enrique Segoviano

Bilhetes Trocados (no original Los pensamientos del profesor) é um episódio do Chaves de 1977.

Sinopse[]

Seu Madruga está lendo o jornal com a cadeira de balanço e a Chiquinha tira o dinheiro para ir na venda. Dona Florinda sai de sua casa e aproxima o Madruga de que tá pendurando as roupas no varal. Ela fica brava de que não trouxe a régua no varal e o Madruga joga a roupa da Florinda. Chaves aparece equilibrando a vassoura e acaba caindo no jornal. Ele ensina de que as escolas leram no livro. Quico sai de casa e o Seu Madruga toma acertando na bola,ele faz uma bolada na fuça e acaba chutando o Kiko,Florinda sai de casa e aconteceu na bolada e leva um tapa na cara do senhor,Kiko leva muito na gentalha e o senhor continua lendo.Madruga leva a bola do Kiko e acaba chutando no Professor Girafales aparece no cortiço;em de que ele causa na circunstância pois ele quer levar a bola na rua e o Chaves corrija erroneamente do Professor!

Professor Girafales comete erros das crianças já foram mal feitas e tratadas e o Madruga não confia apelar no Linguíça do Chaves,Chiquinha dizia o apelido de trilha em pé e o garoto parece o tobogã de salto alto,depois ela disse o encanamento de um quilômetro.Madruga começa rir e o Girafales fica rindo na frente da cara e a garota zomba subir numa cadeira.Quico sai de casa e imita a bater a porta de uma pessoa,o órfão não conhecia á ter uma mãe dele e o Quico não quer emprestar a sua mãe e a Florinda sai de casa e assusta os gritos do seu filho e Girafales aparece de lhe trazer um buquê de flores e o Kiko falava a mesma coisa de novo.Professor trouxe uma carta de pensamentos do amor e deixa cair no chão.Chiquinha sai de casa e entra,pois o seu pai pediria pra ela que lhe vende o fiado no açougue e ela começa rir e dizia a carta do meu amor.Chaves troca o bilhete cor de rosa e o Kiko troca o papel de receitas,Florinda olha na receita no açougue de que o Professor engana de se desajeitar no romance e distraí-los,ela finge de que traímos pelo bilhete de que causava na troca de um amor obvitado!

Enquanto isso,Professor Girafales vai embora triste na rua porque traímos de que trocava uns dos seus bilhetes,a Dona Florinda joga as flores e o Quico joga também o Chapéu,ele pensava de que encontrou um papel pela Chiquinha de que caiu no pátio.Chaves conta pro Madruga de que o açougueiro não dizer um recadinho de que ele vai fazer um picadinho do senhor,Madruga leia pro Chaves que era uma Carta de Amor;ele disse sorrir a usar dentes e o Madruga corrige Sorrisos Ardentes;Madruga viu pelas letras de PJ,o Professor Girafales entra na casa e aparece de que foi trocado pelos bilhetes e a Florinda tá trocado o outro papel é o Seu Madruga.Florinda leva a pancada no senhor.Florinda pendurou em cima do Seu Madruga com as roupas e as calças levaram!

Elenco e Dubladores[]

Elenco[]

Dubladores[]

Dublagem Maga (1984)
Maga (1990)
  • Chaves - Marcelo Gastaldi
  • Quico - Nelson Machado
  • Dona Florinda - Marta Volpiani
  • Seu Madruga - Carlos Seidl
  • Professor Girafales - Osmiro Campos
  • Chiquinha - Cecília Lemes

Curiosidades[]

  • Sr. Barriga não aparece neste episódio, mas Seu Madruga cita a Chaves que ele veio lhe cobrar o aluguel enquanto estava tentado ler o jornal.

Citações (1984)[]

[Chiquinha sai de casa]
Chiquinha: Papai, me dá um dinheiro pra eu comprar...
Seu Madruga: Não!
Chiquinha: [chora]
Chiquinha: Obrigada, paizinho lindo meu amor.
Dona Florinda: A culpa é toda sua!
Dona Florinda: Me dá isso aqui!
Seu Madruga: Tinha que ser o Chaves mesmo!
Seu Madruga: Tá bom. Quero saber se a cadeira muda de lugar.
Chaves: Sim! Ontem ela estava no outro pátio!
Seu Madruga: E também no outro pátio você tropeçou em mim, Chaves.
Chaves: Sim, porque o senhor foi o culpado, porque passou na frente. Ou vai querer negar que não é verdade que falto com a verdade quando digo mentira?
Seu Madruga: [olha para a tela] O quê você ia dizer?
Chaves: Ah, não seja tonto!
Seu Madruga: O quê?! Por isso tem sempre um te batendo!
Chaves: Só um?! Todos me batem!
Seu Madruga: E é bem feito! Mas, por quê todos te batem?
Chaves: Ninguém tem paciência comigo.
Seu Madruga: "Comigo ninguém tem paciência." Paciência é uma ova!
Quico: MAMÃEEEEEEEE!
Quico: Mamãe, ele me bateu com a bola!
Quico: Sim, mamãe, gentalha, gentalha! Prrr!
Dona Florinda: E da próxima vez,
Chaves: Seu Madruga, sua avozinha joga futebol?
Seu Madruga: Toma!
Chaves: Pipipipipipipipipi...
Seu Madruga: Pipipipipipipipipi... Só não te dou outra porque a minha avozinha é da sociedade protetora dos animais. Ah, veja só que eu vou fazer com a bola do Quico! E ah que
Prof. Girafales: Tá, tá, tá, tá, tá! Por quê por causa, motivo, razão ou circunstância
Seu Madruga: Que eu quase bati no Chaves. [para Chaves] Chaves, diga porque eu te bati.
Chaves: Me bateu por causa, nem motivo, nem razão, nem circunstância.
Prof. Girafales: Age mal, Seu Madruga. Porque as crianças jamais devem...
Seu Madruga: Professor Linguiça, mas eu...
Prof. Girafales: Tá, tá, tá, tá, tá! Meu nome não é Linguiça. Meu nome é Girafales!
Seu Madruga: Sim, eu sei disso. Acontece que as crianças sempre chamam o senhor de Professor Linguiça. Pergunte pro Chaves, que não me deixa mentir.
Chaves: Ih, lá vem bronca!
Seu Madruga: O quê disse? Não é verdade que você chamou ele de Professor Linguiça?!
Chiquinha: Sempre não, as vezes o chamamos de minhoca esticada.
Prof. Girafales: Quê?
Chaves: Sim. As vezes o chamamos de Girafa de Salto Alto.
Prof. Girafales: Como?
Chaves: Tô falando de Girafa de Salto Alto! É, mas... as vezes chamamos o senhor de mangueira de bombeiro.
Chiquinha: Pra mim o pior é
Seu Madruga: [risos]
Prof. Girafales: E o senhor, do quê está rindo?
Seu Madruga: Como?
Prof. Girafales: Não seja hipócrita! Não sabe o que é preciso para poder rir na frente da minha cara?
Chiquinha: Subir numa escada!
Prof. Girafales: Tá, tá, tá, tá, tá, tá, TÁ!
Quico: Quem é?
Prof. Girafales: Quem é o quê?
Quico: Eu ouvi baterem, "Tá, tá, tá, tá, tá, tá".
Prof. Girafales: Fui eu. Só que foi com a boca!
Quico: E não é mais fácil bater na porta com a mão?
Prof. Girafales: Ah, se não fosse por você ser filho da sua mãe... Mas enfim. E você?!
Chaves: Não, eu sou órfão! Bom, mas... pra conseguir ter uma mãe, me conformava até com a mãe do Quico.
Seu Madruga: Chaves, não sabe o que está dizendo.
Prof. Girafales: Como é que é?
Seu Madruga: Não, não, nada! É que eu também sou órfão! Com licença.
Quico: Não te empresto minha mãe!
Prof. Girafales: Quico.
Quico: Não te empresto minha mãe!
Dona Florinda: Todos esses gritos e... [olhando para o Professor Girafales] Professor Girafales.
Prof. Girafales: Dona Florinda.
Dona Florinda: Que milagre o senhor por aqui.
Prof. Girafales: Vim lhe trazer este humilde presentinho.
Quico: Outra vez flores?!
Dona Florinda: Tesouro!
Quico: Ai, mamãe, mas o Professor parece que não sabe comprar outra coisa! Sempre flores, flores, flores!
Dona Florinda: Ah... Mas acontece que--
Quico: Ah, mas por que um dia ele não traz chocolates... outro caramelos... outro dia um relógio de ouro... outro dia um casaco de pele... outro dia um carro último tipo... enfim!
Dona Florinda: Ai... ai... Não ligue pra ele, Professor Girafales. É que o Quico adora fazer piadas.
Prof. Girafales: [risos] Eu já percebi.
Dona Florinda: Mas não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?
Quico: Outra vez café?!
Dona Florinda: Tesouro!
Quico: É por isso que ele sempre te traz só flores!
Chiquinha: O quê procura, Quico?
Chiquinha: Eu acho que é do Professor Linguiça.
Quico: Não! É do Professor Girafales.
Dona Florinda: Você encontrou o papel
Quico: Sim, mamãe, ele tava com a Chiquinha.
Quico: Com licença, papi. Digo... professor.
Dona Florinda: É assim que o senhor me imagina?
Prof. Girafales: Sim, Dona Florinda.
Dona Florinda: Dois quilos de segunda com osso, duas pernas de galinha...
Prof. Girafales: O quê?
Dona Florinda: Dois pés de porco...
Prof. Girafales: Como?
Dona Florinda: E um quilo de língua! É assim mesmo que o senhor me imagina?
Prof. Girafales: Perdão, Dona Florinda, mas eu--
Dona Florinda: Grosseiro! Malcriado! Agora eu percebo que o senhor também pertence à gentalha!
Prof. Girafales: Mas eu... Mas eu--
Quico: Sim mamãe! [vai até a casa do Seu Madruga] Gentalha, gentalha! Prrrr!
Dona Florinda: E leve essas porcarias de flores!
Quico: E também essa porcaria de chapéu!
Dona Florinda: Você encontrou o papel
Quico: Sim, mamãe, ele tava com a Chiquinha.
Prof. Girafales: A Chiquinha?
Chaves: A presentei a pistola.
Seu Madruga: E você não viu as iniciais que estão em baixo da carta? Um P e um G. Sabe o que significa isso?
Prof. Girafales: "Professor Girafales"!
Seu Madruga: Exatamente, foi ele que... nossa!
Prof. Girafales: Isso quer dizer que fui eu quem escreveu esta carta!
Chaves: Ah, então eu vou lá dizer pro açougueiro quem é que manda recadinho pra ele!
Dona Florinda: Um momento, Chaves. Você poderia me dizer quem escreveu este outro papel!
Chiquinha: Meu papai.
Seu Madruga: Pode me dizer que diabo me bateu?!
Prof. Girafales: Cale essa boca!
Quico: Cala a boca! [dando pausa] Não é?
Chiquinha: O quê eles faram?
Chaves: Mas, foi sua mamá

Citações[]

narrador: Bilhetes Trocados
[Chiquinha sai de casa]
Chiquinha: Paizinho, me dá um dinheiro pra eu comprar...
Seu Madruga: Não!
Chiquinha: [chora]
Chiquinha: Obrigada, papaizinho lindo meu amor.
Dona Florinda: O senhor mesmo é culpado!
Dona Florinda: Me dá isso aqui!
Seu Madruga: Tinha que ser o Chaves de novo!
Seu Madruga: Tá bom. Quero saber se a cadeira muda de lugar.
Chaves: Sim! Ontem ela estava no outro pátio!
Seu Madruga: E também no outro pátio você tropeçou em mim, Chaves.
Chaves: Sim, porque o senhor foi o culpado, porque passou na frente. Ou vai querer negar que não é verdade que falto com a verdade quando digo mentira?
Seu Madruga: [olha para a tela] O quê foi que você disse?
Chaves: Ah, não se faz de besta!
Seu Madruga: O quê?! Por isso tem sempre um te batendo!
Chaves: Só um?! Todo mundo me bate!
Seu Madruga: E é bem feito! Por que é que todo mundo te bate?
Chaves: É que ninguém tem paciência comigo.
Seu Madruga: "É que ninguém tem paciência comigo." Paciência é uma ova!
Quico: MAMÃEEEEEEEE!
Quico: Mamãe, ele me bateu com a bola!
Quico: Sim, mamãe, gentalha, gentalha! Prrr!
Dona Florinda: E da próxima vez,
Chaves: Seu Madruga, sua avozinha aponta direita?
Seu Madruga: Toma!
Chaves: Pipipipipipipipipi...
Seu Madruga: Pipipipipipipipipi... Só não te dou outra porque a minha avozinha... Ah, olhe só que eu vou fazer com a bola do Quico! E ah que
Prof. Girafales: Tá, tá, tá, tá, tá! Por quê por causa, motivo, razão ou circunstância
Seu Madruga: Que quase bati no Chaves. [para Chaves] Chaves, diga porque te bati.
Chaves: Me bateu por causa, nem motivo, nem razão, nem circunstância.
Prof. Girafales: Muito mal feito, Seu Madruga. Porque as crianças jamais devem...
Seu Madruga: Mestre Linguiça, mas eu...
Prof. Girafales: Tá, tá, tá, tá, tá! O meu nome não é Linguiça. O meu nome é Girafales!
Seu Madruga: Sim, eu sei disso. Acontece que os meninos sempre chamam o senhor de Mestre Linguiça. Pergunte pro Chaves, que não me deixa mentir.
Chaves: Eu não sou sua mãe nem nada!
Seu Madruga: O quê disse? Não é verdade que você chamou ele de Mestre Linguiça?!
Chiquinha: Sempre não, as vezes o chamamos de trilho em pé.
Prof. Girafales: O quê?
Chaves: Sim. As vezes o chamamos de Tobogã de Salto Alto.
Prof. Girafales: Como?
Chaves: O Tobogã de Salto Alto! Ah, sim. As vezes chamamos o senhor de mangueira de bombeiro.
Chiquinha: Pra mim o pior é
Seu Madruga: [risos]
Prof. Girafales: E o senhor, do quê está rindo?
Seu Madruga: Como?
Prof. Girafales: Não seja hipócrita! Será que não sabe o que é preciso para poder rir na frente da minha cara?
Chiquinha: Subir numa cadeira!
Prof. Girafales: Tá, tá, tá, tá, tá, tá, TÁ!
Quico: Quem é?
Prof. Girafales: Quem é o quê?
Quico: Ouvi alguém bater na porta, "Tá, tá, tá, tá, tá, tá".
Prof. Girafales: Fui eu. Só que foi com a boca!
Quico: E não é mais fácil bater na porta com a mão?
Prof. Girafales: Ah, se não fosse por você ser filho da sua mãe... Mas enfim. E você?!
Chaves: Não, eu sou órfão! Bom, mas... pra conseguir ter uma mãe, me conformava até com a mãe do Quico.
Seu Madruga: Chaves, não sabe o que está dizendo.
Prof. Girafales: Como é que é?
Seu Madruga: Não, não, nada! É que eu também sou órfão! Com licença.
Quico: Não te empresto minha mãe!
Prof. Girafales: Quico.
Quico: Não te empresto minha mãe!
Dona Florinda: Todos esses gritos e... [olhando para o Professor Girafales] Professor Girafales.
Prof. Girafales: Dona Florinda.
Dona Florinda: Que milagre o senhor por aqui.
Prof. Girafales: Vim lhe trazer este humilde presentinho.
Quico: Outra vez flores?!
Dona Florinda: Tesouro!
Quico: Ai, mamãe, mas o Professor parece que não sabe comprar outra coisa! Sempre flores, flores, flores!
Dona Florinda: Ah... Mas acontece que--
Quico: Ah, mas por que um dia ele não traz chocolates... outro caramelos... outro dia um relógio de ouro... outro dia um casaco de pele... outro dia um carro último tipo... enfim!
Dona Florinda: Ai... ai... Não ligue pra ele, Professor Girafales. É que o Quico adora fazer piadas.
Prof. Girafales: [risos] Eu já percebi.
Dona Florinda: Mas não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?
Quico: Outra vez café?!
Dona Florinda: Tesouro!
Quico: É por isso que ele sempre te traz só flores!
Chiquinha: O quê procura, Quico?
Chiquinha: Eu acho que é do Mestre Linguiça.
Quico: Não! É do Professor Girafales.
Dona Florinda: Você encontrou o papel
Quico: Sim, mamãe, estava com a Chiquinha.
Quico: Com licença, papi. Digo... professor.
Dona Florinda: É assim que o senhor me imagina?
Prof. Girafales: Sim, Dona Florinda.
Dona Florinda: Dois quilos de retalho com osso, duas pernas de frango...
Prof. Girafales: O quê?
Dona Florinda: Dois pés de porco...
Prof. Girafales: Como?
Dona Florinda: E um quilo de língua! É assim mesmo que o senhor me imagina?
Prof. Girafales: Perdão, Dona Florinda, mas eu--
Dona Florinda: Grosseiro! Malcriado! Agora eu percebo que o senhor também pertence à gentalha!
Prof. Girafales: Mas eu... Mas eu--
Quico: Sim mamãe! [vai até a casa do Seu Madruga] Gentalha, gentalha! Prrrr!
Dona Florinda: E leve essas porcarias de flores!
Quico: E também essa porcaria de chapéu!
Dona Florinda: Você encontrou o papel
Quico: Sim, mamãe, estava com a Chiquinha.
Prof. Girafales: A Chiquinha?
Chaves: E o açougueiro me disse que se o senhor mandar de novo outro recadinho como esse pra ele, ele faz picadinho do senhor, hein?
Chaves: A presentei a pistola.
Seu Madruga: E você não viu as iniciais que estão em baixo da carta? Um P e um J. Sabe o que isso significa?
Prof. Girafales: "Professor Girafales"!
Seu Madruga: Exatamente, foi ele que... nossa!
Prof. Girafales: Isso quer dizer que fui eu quem escreveu esta carta!
Chaves: Ah, então eu vou lá dizer pro açougueiro quem é que manda recadinho pra ele!
Dona Florinda: Um momento, Chaves. Pode me dizer quem escreveu este outro papel!
Chiquinha: Foi meu pai.
Seu Madruga: Pode me dizer que diabo me bateu?!
Prof. Girafales: Cale a boca!
Quico: Cala a boca! [dando pausa] Não é?
Chiquinha: O quê vão fazer com ele?
Chaves: Mas foi sua mãe mesmo que

Assista ao episódio[]

Chaves_-_Dublagem_perdida_-_1977_-_Bilhetes_trocados

Chaves - Dublagem perdida - 1977 - Bilhetes trocados

Chaves_-_Bilhetes_trocados_(1977)_HD

Chaves - Bilhetes trocados (1977) HD


Chaves - Temporada de 1977
As Crianças Assistem a Aula · O Porquinho · O Dia da Amizade · O Cãozinho Madruguinha, Partes 1, 2 e 3· Quem semeia moeda, colhe tempestade!· O Jogo de Beisebol· Seu Madruga Fotógrafo, Partes 1 e 2· O Fantasma da Vila· A Casinha do Quico· Amarelinhas e Balões· O Vendedor de Balões· O Cavaleiro das Mil Encrencas · Seu Madruga Carpinteiro, Partes 1 e 2· Vamos Todos a Acapulco, Partes 1, 2 e 3· O Álbum de Figurinhas· Os Espíritos Zombeteiros, Partes 1, 2 e 3· A Falta de Água, Partes 1 e 2· O Calo do Sr. Barriga· Ah! Logo Agora Que Eu Queria Ver Meu Time Jogar...· O Professor Apaixonado· Os Refrescos do Chaves, Partes 1, 2 e 3· Bilhetes Trocados· Estou morrendo de saudades da minha amiga, mas não muito...· A Bruxa Está Solta!· A Caricatura do Professor Girafales· O Disco Voador· Abre a Torneira, Partes 1 e 2· Panqueca pra Dentro, Barriga pra Fora· O Despejo do Seu Madruga, Partes 1 e 2· Como Treinar Um Novo Campeão· Um Finíssimo Tecido Made in Taubaté· Uma Aula de Canto
Advertisement