Wiki Chaves
Advertisement

La Chimoltrufia (conhecida no Brasil apenas como Chimoltrúfia) é uma das principais personagens da turma do Chaveco no programa Chespirito. Interpretada por Florinda Meza, ela é uma camareira de hotel que gosta de passar o tempo gritando suas músicas em qualquer lugar que estiver. É casada com o Botijão, e melhor amiga do Chaveco. Seu nome verdadeiro completo é Maria Espropriação Petronilha Lascuráin e Torquemada de Botijão.

Personalidade[]

Chimoltrúfia está quase sempre contente e bem-humorada, principalmente enquanto está em casa ou no hotel onde trabalha, já que nesses lugares, ela tem plateia para ouvir seus gritos, que ela chama de "canções". Os que mais se irritam com as canções de Chimoltrúfia são Botijão e Seu Cecílio, já que eles têm que ouvir a gritaria dela quase todos os dias.

Sobre[]

Ela é camareira de um hotel, e adora cantar, mesmo tendo uma voz terrível. Ela tem um jeito de falar diferente, o que a faz pronunciar as palavras de um jeito errado, mas isso por que ela tem pouco estudo, embora dê muitas vezes lições de vida causadas pela experiência já vivida, já que foi casada com um ladrão.

Aparência[]

Chimoltrúfia usa uma roupa semelhante à de Dona Florinda, avental e vestido. O que muda são as cores. Ela usa meias velhas e "peludinhas", junto com uma sandália branca e simples. O cabelo dela é despenteado, liso mas arrepiado. Ela tem sardas e um buraco nos dentes.

Relações[]

  • Botijão: Chimoltrúfia e seu marido, Botijão, possuem uma relação estável, embora assim como todo casal, ocasionalmente tenham discussões por causa de desentendimentos (as quais a Chimoltrúfia sempre ganha).
  • Dona Espotaverderona: As duas possuem o melhor exemplo possível de relação entre mãe e filha. Falam, pensam e agem do mesmo jeito e concordam em tudo, especialmente quando Dona Espotaverderona vai passar uma temporada na casa de Chimoltrúfia e as duas obrigam o Botijão a dormir na poltrona da sala.
  • Chaveco: Assim como o Botijão, Chimoltrúfia sempre teve uma grande amizade com o Chaveco. Mesmo que ele irrite sua amiga algumas vezes, os dois são amigos inseparáveis.
  • Maruja: Chimoltrúfia e Marujinha são grandes amigas desde que estudaram juntas na escola. Embora briguem o tempo todo, elas possuem uma amizade especial.
  • Dona Cotinha: Além de vizinhas de condomínio, Dona Cotinha e Chimoltrúfia são amigas e sempre vão no apartamento uma da outra para conversar e fofocar sobre a vida (o que é o passatempo favorito de Dona Cotinha). Porém, Chimoltrúfia costuma ser um pouco sincera e, por isso, diz várias vezes que Dona Cotinha é uma velha fofoqueira, mas sem a intenção de ofendê-la.
  • Sargento Refúgio: Os dois se conheceram na época em que Botijão e Chaveco eram ladrões, e desde então têm mantido uma relação mista. Chimoltrúfia também possui uma amizade com o sargento, porém, às vezes ela usa de sua força e feminilidade para colocar medo nele quando seus amigos precisam de ajuda.
  • Delegado Morales: É bem comum a Chimoltrúfia dizer alguns absurdos ao Delegado Morales quando ela está na delegacia, mas como o próprio delegado já disse no programa, tanto ele quanto o Sargento Refúgio são amigos pessoais de Chimoltrúfia e Botijão.
  • Seu Lúcio: Ele foi o primeiro patrão de Chaveco, Chimoltrúfia e Botijão. Apesar de ser o personagem mais rabugento, ele parece ver a Chimoltrúfia de um jeito melhor do que seus outros funcionários, já que ela é a que mais trabalha. Os dois possuem uma relação decente.
  • Seu Cecílio: Ele foi o segundo e último patrão da turma, muito mais gentil do que o Seu Lúcio, porém um pouco autoritário. Assim como ele, Seu Cecílio costuma valorizar mais a Chimoltrúfia por ser a que mais se esforça em seu trabalho. Os dois também possuem uma relação boa.

Bordões[]

  • Por que vou dizer que não/sim se é sim/não? ou "Mas é claro que pode ter certeza que pode crer que sim/não! (quando concorda ou discorda de alguém)
  • O que você está pretendendo tratar de querer insinuar?/O que disse que disse que disse?! (quando ofendem ela)
  • Você sabe que quando eu digo uma coisa eu digo outra, porque assim é como tudo, e tem coisas que eu nem sei, eu tenho ou não tenho razão?
  • Que tenha uma boa noite, que sonhe com os anjinhos e que Deus, os Santos e a Virgem te acompanhem, amém! (quando dá boa noite a uma pessoa que está prestes a dormir)
  • Você quer deixar de ser besta?! (quando Chompiras fala ou faz alguma besteira)
  • Você jura?
  • Ave Maria santíssima... (quando se assusta)
  • Ou você não se explicou bem, ou eu não te entendi porque você não se explicou bem! (quando não entende algo)
  • Não te interessa! (quando alguém pergunta sua idade ou ano de nascimento)
  • Leva numa boa, hehe... (quando ofende alguém)
  • Um cadáver morto de um defunto fresco que desfaleceu no melhor de sua vida! (quando fala de um morto)
  • Mamãezinha! (quando vê sua mãe, Dona Espotaverderona)
  • Ele(a) não me disse que sim, mas também não me disse que não...
  • Ou seja-se...
  • Pode ser o que for/seja o que for! (quando alguém lhe corrige)
  • Mas era só o que me sobrava!
  • Você não tá ai pra saber e nem eu pra contar, mas...

Galeria[]

Advertisement