Wiki Chaves
Advertisement

Episódios Perdidos Mundiais são episódios que atualmente não são mais distribuídos pela Televisa e não são exibidos no mundo todo. Alguns episódios podem ser vistos por exibições normais, ou em VHS antigos. E outros são descobertos por imagens ou por Tele-Guias.

O mistérios dos episódios[]

A partir de meados da década de 1970, a Televisa começou a exportar ChavesChapolin para outros países da América Latina. No Brasil, as séries chegaram em 1984 - cuja história será desenvolvida adiante. Durante as duas décadas seguintes, foram comercializados para todo o continente, do Chile a Porto Rico.

A quantidade exata de episódios comercializados é desconhecida. Porém, alguns deles foram desaparecendo dos canais estrangeiros - assim como das reprises no México  - a partir da década de 1990. Como o catálogo de episódios era renovado pelos canais junto à Televisa, alguns capítulos simplesmente pararam de ser exibidos -  à exceção do Brasil, onde nenhum episódio desapareceu dessa maneira (os perdidos brasileiros serão abordados logo mais).

O exemplo mais claro desse “sumiço” é de Um Astro Cai na Vila, a famosa história com o ator Hector Bonilla, de 1979.

Originalmente, esse episódio tem duas partes. Ambas eram distribuídas normalmente pela Televisa durante um bom tempo, até que, subitamente, a primeira parte desapareceu. Por aqui, até onde se sabe, apenas a segunda parte foi exibida pelo SBT.

Em 2011, o porto-riquenho Reniet Ramirez, autor do site Chespirito.org, vasculhou seus arquivos de VHS, gravados durante a década de 1990. Ele, então, encontrou a gravação da primeira parte do episódio, a qual foi disponibilizada no Youtube.

Chaves_-_Um_astro_cai_na_vila_-_parte_1_(1979)_-_Perdido_Mundial_Remasterizado

Chaves - Um astro cai na vila - parte 1 (1979) - Perdido Mundial Remasterizado

Outro caso muito famoso nas redes é a terceira parte de Os Piratas, do Chapolin Colorado, de 1975. Ele foi exibido na íntegra duas vezes, na década de 1970. Depois disso, a parte final deixou de ser distribuída. Até o começo dos anos 2000, a segunda parte da história era exibida com o final onde Florinda Meza anunciava a sequência do episódio, além dos créditos finais. A partir dos anos de 2000, a Televisa passou a distribuir o episódio sem o anúncio e com créditos diferentes, que provavelmente são da terceira parte.  

Chapolin_-_Os_Piratas_-_parte_3_-_o_que_aconteceu_com_o_episódio?

Chapolin - Os Piratas - parte 3 - o que aconteceu com o episódio?

Em nenhum outro país esses capítulos são exibidos, quer seja no México, na Argentina, Colômbia, Brasil, onde for.

E o mesmo aconteceu a outras dezenas de episódios.

A arqueologia de “CH”[]

Os fanáticos pela série, sobretudo do Brasil, têm protagonizado uma verdadeira expedição arqueológica em busca de episódios perdidos de ChavesChapolin. Vasculhando especiais exibidos pela Televisa, adquirindo revistas antigas, os fãs têm descoberto que há muitos mais episódios perdidos do que se poderia imaginar.

1 63Qnc0sZfz0IfAEqAWfAwA

Reprodução de uma revista Tele Guía, de 1974, que anuncia a sinopse do episódio perdido “Aristocratas vemos, gatunos não sabemos” 

É o exemplo de histórias tão curiosas como surpreendentes, como O Papagaio do Quico (1975), Goteiras na Casa do Seu Madruga (1973) e O Encontro do Século (1973 e 1975).

Mais de trinta episódios já foram descobertos através de Tele Guías, de trechos transmitidos por especiais ou mesmo dentro de episódios — caso de Uma Conferência Sobre o Chapolin, que mostra quatro perdidos do herói.

A esses capítulos, os fãs deram o nome de “episódios perdidos mundiais”, por não serem transmitidos em nenhuma parte do mundo.

Além dessa caçada por capítulos, os fãs ordenaram as exibições das séries de acordo com suas temporadas, em um trabalho iniciado pelo fã Thomas Henrique Velloso, já falecido, na “Lista de Episódios CH”.

Brasil: a salvação de alguns perdidos[]

Por aqui, Chaves e Chapolin são exibidos desde 1984 pelo SBT. Inicialmente vindo como um “bônus” no pacote de novelas mexicanas contratadas junto à Televisa, as séries eram desacreditadas até mesmo por Sílvio Santos, que foi convencido pelo diretor do núcleo de dublagem, José Salathiel Lage.

Entre 1984 e 1992, o SBT foi adquirindo diversos lotes de episódios — as séries nunca foram compradas em sua totalidade. Ao longo desse período, vários episódios foram indo e voltando na programação, o que originou a história dos episódios perdidos — que serão abordados logo mais.

Ao contrário do que fizeram as emissoras estrangeiras, o SBT nunca renovou seu acervo com a Televisa. Ou seja, não parou de exibir certos episódios que a cadeia mexicana não distribuía mais. Dessa forma, o Brasil é o único país que ainda assiste a alguns capítulos das séries.

1 324f458c2cLqFKMuOfm5Ug

Chaves recita o poema do “cão arrependido” em “Um Festival de Vizinhos” (1976). Hoje, apenas o SBT exibe.

Você se lembra do “cão arrependido”? Ou então das aventuras do Jeca Valente? São sequências clássicas do episódio Um Festival de Vizinhos, que integra a clássica saga do Festival da Boa Vizinhança, de 1976. Esse episódio, entretanto, é exibido, hoje, apenas no Brasil.

Assim como ocorre aos capítulos Ser pintor é uma questão de talento (1976), Errar é humano (1978) Muitas Marteladas — parte 2 (1974). Apesar de serem transmitidos normalmente no Brasil, nenhum outro país possui tais episódios atualmente. Isso porque o SBT não renovou seu catálogo, o que acabou por “salvar” esses episódios do arquivo.

E por que sumiram?[]

As razões para o sumiço de tantos episódios é algo que intriga a todos os fãs. Diversas teorias são ventiladas e quanto mais os fanáticos avançam em sua arqueologia, mais essa história fica confusa.

Um dos motivos possíveis seria a perda definitiva de algumas das fitas originais nos arquivos da Televisa. A hipótese foi aventada em 2011 pelo ator Rubén Aguirre, o Professor Girafales, quando questionado por um fã durante uma twitcam. Aguirre alegou que, no começo, não se imaginava que as séries teriam um sucesso tão grande e, portanto, alguns episódios eram simplesmente gravados por cima de outros. Na última quarta-feira (25), durante o Programa do Ratinho, a atriz Florinda Meza contou que boa parte da novela que protagonizou, Milagro y Magía, perdeu-se ao longo do tempo.

1 tFSnsxFA UCsqOeUf tQ-A

Cena de “A Troca de Cérebros”, de 1971, exibida no especial sobre Bolaños no Biography Channel.

É uma hipótese com alguma plausibilidade. Mas não explica porque alguns trechos de episódios perdidos têm sido utilizados pela própria Televisa. É o caso de um esquete de Los Chifladitos, de 1971, que surgiu em um site de vendas de DVDs das séries, em uma espécie de “extra”. O mesmo ocorre com cenas de episódios como A Troca de Cérebros, de 1971, e A Pichorra, de 1972, que foram vistos no especial sobre Chespirito no Biography Channel, em 2012.

Outra alegação seria a censura, o que poderia explicar o desaparecimento do episódio O Encontro do Século, que teve duas versões, em 1973 e 1975, onde Chespirito interpreta Adolf Hitler. Todavia, uma mesma versão é distribuída normalmente pela Televisa, esta datando de 1980. De acordo com teorias dos fãs, essa é uma possibilidade mais plausível para A bela adormecida era um senhor muito feio, do Chapolin Colorado. O episódio teve três versões, em 1974, 1976 e 1982. E nas três, a primeira parte não é distribuída pela Televisa, sendo o único caso do tipo conhecido até então.

Uma alegação mais provável é a simples remoção de algumas versões de episódios. Praticamente todos os perdidos são capítulos que possuem alguma regravação anterior ou posterior, a exemplo de Animais Proibidos (1973, regravado em 1977), O Curto Circuito (1974, regravado em 1977) e O Banho do Chaves (1973, regravado em 1975, 1978 e 1979).

Outra possibilidade é que vários dos episódios mais antigos, produzidos entre 1971 e 1973, fazem parte do programa Chespirito que, como explicado antes, deu origem às séries Chaves Chapolin. Quando se tornaram programas independentes, a Televisa organizou compilações de algumas esquetes realizadas no antigo programa Chespirito, formando episódios de meia hora. É o exemplo de O Mendigo Ladrão/Remédio Duro de Engolir/A Moeda Perdida, do Chaves, e Arruaceiros/Jantar Executivo 2/Os Prisioneiros, do Chapolin. Como essa série não é mais comercializada pela Televisa, seus quadros seguem em arquivo.

Tudo isso, no entanto, resume-se a meras especulações dos fãs. A Televisa jamais se pronunciou sobre o assunto de forma oficial. Nem mesmo os atores têm conhecimento exato sobre o tema.

Advertisement