Wiki Chaves
Advertisement
Guerra às Crianças
1979 Guerra às Crianças
Episódio de Chaves
Título Original Don Ramón le declara la guerra a los niños
Elenco Roberto Gómez Bolaños
Ramón Valdez
Florinda Meza
Rubén Aguirre
Edgar Vivar
Maria Antonieta de las Nieves
Versão 2
Exibição 1979
Semelhante a Guerra é Guerra (1975)
Anterior Um Astro Cai na Vila - Parte 2
Próximo O Cachorrinho
Dublagens MAGA: 2 Dublagens:
(1990) - dublagem perdida (Titulada como A Carabina)
(1990)
Obs.: Embora tenha sido dublado em 1990, só foi estrear no SBT em 1992.
Direção Roberto Gómez Bolaños

Guerra às Crianças (originalmente Don Ramón le declara la guerra a los niños) é um episódio de Chaves, exibido pela primeira vez em 09 de Abril de 1979. Estreou no Brasil em 1992.

É semelhante a um Guerra é Guerra de 1975.

Sinopse[]

A Chiquinha procura com o chaves,que ele vem aqui para perguntar se quer brincar com o ioiô e o Nhonho te emprestou,e ela ensina como se joga com ioiô com o balanceio,o Chaves mostra como faz"volta ao mundo",e ela reclama por falar,de ser interrompido de se jogar ioiô que pode fazer o que deve,agora o Chaves joga o ioiô em cima do varal,e a Chiquinha tá rindo,por em cima se encostou,e ele tirou o fio do varal e o Seu Madruga xingou e apanhou nele,e agora o Seu Madruga gostou pela calça rosa e a minha vózinha usava,e a Dona Florinda se encrencou e deu três bofetadas,e á Chiquinha se defendeu nela,e ela tirou uma calça rosa e saiu no pátio!E a Chiquinha perguntou pro seu pai de que se acharia se declarar-se numa guerra contra a explosão demográfica;e o Chaves disse pra ela para o seu pai vai declarar a guerra com as crianças do mundo,e o Nhonho apareceu quando disse que já estamos em guerra contra nós com o Chaves,o Seu Madruga trouxe á carabina,e ele se assustou com a espingarda com o piripaque,e o Nhonho se desespera e assusta com a espingarda e ele quer me matar,a chiquinha voltou no primeiro pátio e ele não respondeu á pergunta,o Nhonho voltou no pátio,e ele fala como se joga na água dele depois do piripaque durante a carabina;e o seu madruga voltou á usar com a carabina,o Chaves assustou outra vez,agora ela jogou na água que ficou assustado,e ele saiu correndo com a espingarda,quando o Seu Madruga leva com a espingarda na casa de penhor para vender a carabina,e a Dona Florinda assustou com a espingarda.E ele chegou o Professor Girafales de que poderia ter abaixado de joelhos por causa do susto da carabina,a propósitoquando diz a Chiquinha só porque quando essa carabina não dá pra disparar!

Depois da carabina com o Seu Madruga e a Chiquinha,o Chaves de uma pancada na cabeça dele e ele falou como ganhou á guerra e parou no piripaque,e o Nhonho voltou outra vez de que aconteceria como se fazer o piripaque parar,e ela jogou a água na cara,e a Chiquinha está com a carabina da mentira e nunca se assustou com a espingarda!O Seu Madruga levantou de ser estonteado pela pancada contra a guerra;e o Chaves não escutou que poderia ser assustado pela carabina e jogou a água,quando o Seu Madruga lhe emprestou a carabina e o Nhonho deu pancada no estômago e o chaves segurou na carabina,e a Dona florinda aconteceu tudo com Chapéu do professor na mão e que ele ficou com a carteira,agora o Chaves ficou com a carabina na mão e ficou com o chapéu e ele aparece de que imitou com o professor para o Chavese ficou com as suas broncas!E o Professor dizia quando chega na casa do Seu Madruga para ele se falava com o frangalho,e a Dona Florinda saiu da casa como se procura com o Seu Madruga na residência de um homem,e a Chiquinha queria dar um recado pra ela;pois o Chaves e a Chiquinha,também que ela queria brincar-se de um caçador.E o Nhonho deu pancada na cabeça na carabina e desmaiou,agora ele levantou e deu uma socada no estômago dele!E O Seu Barriga apareceu no cortiço e está com chaves pela carabina na mão dele e desmaiou os dois!

Elenco e dubladores[]

Elenco[]

Dublagem Maga (1990) (2 dublagens)[]

Assista ao episódio[]

Chaves_-_Guerra_Às_Crianças_(1979)_1-2_-SBT-

Chaves - Guerra Às Crianças (1979) 1-2 -SBT-

Chaves_-_Guerra_Às_Crianças_(1979)_SBT_HD_Parte_2_Final

Chaves - Guerra Às Crianças (1979) SBT HD Parte 2 Final

Curiosidades[]

Citações (dublagem perdida)[]

narrador: "A Carabina"
Chiquinha: Escuta, Chavinho... [para Dona Florinda] Dona Florinda, por acaso não viu o Chaves?
Dona Florinda: Não.
Chiquinha: Obrigada. [para Chaves] Chavinho, aí está você, meu grande Chavinho.
Chiquinha: Eu tenho um iôiô que o Nhonho me emprestou.
Chaves: O Nhonho te emprestou um iôiô?
Chiquinha: Sim, mas, ele não sabe.
Chaves: Pois, é que eu vou fazer!
Seu Madruga: Tinha que ser o Chaves de novo!
Chaves: Foi sem querer querendo.
Seu Madruga: "Foi sem querer querendo." [Dando cascudo] Toma!
Chaves: [Chaves chorando] Pipipipipipipipipi.
Seu Madruga: "Pipipipipipipipipi." Só não te dou outra porque...
Seu Madruga: [segurando calçolas e rindo]
Dona Florinda: [sai de casa e vê o Seu Madruga; tom irônico] Gostou, é?
Seu Madruga: Sei lá, mas parece muito com as que a minha avozinha usava! De quem será, hein? Até parece que--
Chiquinha: Atreva-se bater no meu pai!
Chiquinha: Quer saber, papi? Quer saber, papi?
Chiquinha: Papaizinho. Está zangado?
Seu Madruga: Não. Estou feliz como uma minhoca!
Chiquinha: Olha, eu nunca vi uma minhoca triste. Só te perguntei...
Seu Madruga: O quê?!
Chiquinha: Se está zangado.
Seu Madruga: Sim! Por que!?
Chiquinha: Está zangado comigo?
Seu Madruga: Estou zangado com todo mundo! E tem mais, neste momento, eu seria capaz de declarar guerra aos Estados Unidos, sozinho!
Chiquinha: Do jeito que estão as coisas, é capaz de ganhar!
Seu Madruga: Digo, vou declarar a guerra de todas a crianças que moram na vila como você
Chaves: A quem o seu pai vai declarar a guerra?
Chiquinha: A todas as crianças
Chaves: Estamos em guerra.
Chaves: Estamos em guerra de verdade.
Nhonho: A quem contra quem?
Chaves: O Seu Madruga contra nós.
Nhonho: Não me atira, eu vou dizer pro meu pai pra não pagar o aluguel!
Nhonho: Daquela carabina.
Chiquinha: Que carabina?
Nhonho: Aquela que está com seu pai!
Chaves: Não estou "morrido"?
Chiquinha: Não se diz "morrido", se diz "morto".
Chaves: Isso, isso, isso, isso, isso.
Nhonho: "Nhonho!" Já vou, papai!
Chiquinha: Papai! Está falando sério?
Dona Florinda: Que eu não vou lhe dar nenhuma bofetada!
Prof. Girafales: Se agachou.
Dona Florinda: Não! [se antepõe a Prof. Girafales] Mate-me se quiser, mas poupe a vida deste homem!
Chiquinha: E como é que ele vai matar se a carabina não dispara?!
Dona Florinda: A carabina não dispara?
Chiquinha: Ai, papai! Mas você também teve culpa, por não aproveitar o momento "estrupício"!
Seu Madruga: É "propício" que se diz.
Chiquinha: Que seja!
[Chaves quebra um pau na cabeça do Seu Madruga, que desmaia]
Chiquinha: Chaves! O quê que você fez?!
Chaves: Ganhei a guerra!
Chiquinha: Papi...
Dona Florinda: [entra na Vila, segurando o chapéu de Prof. Girafales] E agora o quê está havendo, hein?
Chaves: Seu Madruga bateu no Nhonho com a carabina.
Dona Florinda: [levanta a mão com o chapéu] Tá, tá, t-- [percebe que está com o chapéu] Nossa. Eu fiquei com o chapéu.
Seu Madruga: É o que fazem todas. Primeiro ficam com o chapéu, depois acabam ficando com a carteira.
Chiquinha: Não bate no meu papai!
Chaves: Não é a cara do Professor Linguiça?
Nhonho: [risos] É mesmo, a única coisa que tá faltando...
[Prof. Girafales entra na vila]
Chaves: "Tá, tá, tá, tá, tá!"
Nhonho: Chaves...
Chaves: E também tá faltando o ramo de flores, o charuto e...
Prof. Girafales: E suas broncas.
Chaves: Isso, isso...
Prof. Girafales: Disse isso?
Prof. Girafales: [vai até a porta de Seu Madruga, e vira para trás] Ah, mas, isso sim! É melhor tapar os olhos porque o que vai sair por esta porta é um trapo humano!
[Dona Florinda e Chiquinha saem]
Dona Florinda: O quê disse?
Chiquinha: Ele disse trapo!
Prof. Girafales: Não!
Chiquinha: Como não, se eu ouvi?! O Chaves também, não é verdade mesmo, Chavinho?
Chaves: Sim, eu também ouvi muito bem quando o senhor chamou ela de caco!
Prof. Girafales: Eu jamais disse "caco". Eu disse "trapo". [para Dona Florinda] Bom, mas é que... Eu pensei que quem ia sair por essa porta fosse o Seu Madruga, não a senhora. Ah, e a propósito, [desvia o olhar] poderia me dizer o quê estava fazendo na residência de um homem?
Dona Florinda: Ah, eu entrei pra procurá-lo! [arfa] Ah, mas não vá pensar que eu tinha más intenções!
Prof. Girafales: Não?
Dona Florinda: Não! Eu só queria matá-lo de pancadas!
Prof. Girafales: Ah! Pois é exatamente o mesmo que eu queria fazer!
Chiquinha: [sarcasticamente] Ah, que bom! Vocês não querem esperar, ou querem deixar um recado? [cruza os braços]
Dona Florinda: Não ligue pra ela. Me diga que milagre que veio por aqui.
Prof. Girafales: Eu vim buscar este trapo, digo, meu chapéu.
Dona Florinda: Não gostaria de tomar uma xícara de trapo? Digo, não gostaria de tomar uma xícara de chapéu? Digo, não gostaria de tomar uma xícara de café?
Prof. Girafales: Não será muito trapo? Digo. Não será muito chapéu? Digo. Não será muito incômodo?
Dona Florinda: Não, nenhuma. Entre, por favor.
Prof. Girafales: Primeiro a senhora.
Chaves: Sabe de uma coisa, Chiquinha?
Chaves: Menina não deve brincar com arma nunca!
Chiquinha: Olha, a culpa de tudo foi do Chaves!
Chiquinha: O encontro de dois mundos!

Citações[]

narrador: "Guerra às Crianças"
Chiquinha: Ei, Chavinho... [para Dona Florinda] Dona Florinda, por acaso não viu o Chaves?
Dona Florinda: Não.
Chiquinha: Obrigada. [para Chaves] Chavinho, aí está você, meu grande Chavinho.
Chiquinha: Eu tenho um ioiô que o Nhonho me emprestou.
Chaves: O Nhonho te emprestou um ioiô?
Chiquinha: Sim, mas, ele não sabe.
Chaves: Pois, é que eu vou fazer!
Seu Madruga: Tinha que ser a droga do Chaves!
Chaves: Foi sem querer querendo.
Seu Madruga: "Foi sem querer querendo." [Dando cascudo] Toma!
Chaves: [Chaves chorando] Pipipipipipipipipi.
Seu Madruga: "Pipipipipipipipipi." Só não te dou outra porque...
Seu Madruga: [segurando calçolas e rindo]
Dona Florinda: [sai de casa e vê o Seu Madruga; tom irônico] O senhor gostou?
Seu Madruga: Sei lá, mas parece muito com as que a minha avozinha usava! De quem será, hein? Até parece que--
Chiquinha: Velha briguenta! Atreva-se a bater nele de novo!
Seu Madruga: Filhinha...--
Dona Florinda: Com muito prazer! [bofetada]
Seu Madruga: Calma, tenha calma--
Chiquinha: Agora sim! Atreva-se a bater nele de novo!
Seu Madruga: Filhinha! Por favor...--
Dona Florinda: Com muito prazer! [bofetada]
Seu Madruga: Não ligue pra ela!--
Chiquinha: [ergue os punhos, furiosa] Sabe de uma coisa? Sabe de uma coisa, papai?
Seu Madruga: O quê? O quê, filhinha?
Chiquinha: Ela se atreve...
Chiquinha: Papaizinho. O senhor tá zangado?
Seu Madruga: Não. Estou feliz como uma minhoca!
Chiquinha: Olha, eu nunca vi uma minhoca triste. Só te perguntei...
Seu Madruga: O quê?!
Chiquinha: Se o senhor tá zangado.
Seu Madruga: Sim! Por que!?
Chiquinha: Tá zangado comigo?
Seu Madruga: Estou zangado com todo mundo! E tem mais, neste momento, eu seria capaz de declarar guerra aos Estados Unidos, sozinho!
Chiquinha: Do jeito que estão as coisas, é capaz de ganhar!
Seu Madruga: Digo, vou declarar a guerra de todas a crianças que moram na vila como você
Chaves: A quem o seu pai vai declarar a guerra?
Chiquinha: A todas as crianças
Chaves: Estamos em guerra.
Chaves: Estamos em guerra de verdade.
Nhonho: A quem contra quem?
Chaves: O Seu Madruga contra todos nós.
Nhonho: Não me atira, eu vou dizer pro meu pai pra não pagar o aluguel!
Nhonho: Daquela carabina.
Chiquinha: Que carabina?
Nhonho: Aquela que está com seu pai!
Chaves: Não estou "morrido"?
Chiquinha: Não se diz "morrido", se diz "morto".
Chaves: Isso, isso, isso, isso, isso.
Nhonho: "Nhonho!" Já vou, papai!
Chiquinha: Papai! Está falando sério?
Chiquinha: Não atira nele!
Dona Florinda: Que eu não vou lhe dar nenhuma bofetada!
Prof. Girafales: Se agachou.
Dona Florinda: Não! [se antepõe a Prof. Girafales] Mate-me se quiser, mas poupe a vida deste homem!
Chiquinha: E como é que ele vai matar se a carabina não dispara?!
Dona Florinda: A carabina não dispara?
Chiquinha: Ai, papai! Mas você também teve culpa, por não aproveitar o momento "estrupício"!
Seu Madruga: É "propício" que se diz.
Chiquinha: Que seja!
[Chaves quebra um pau na cabeça do Seu Madruga, que desmaia]
Chiquinha: Chaves! O quê que você fez?!
Chaves: Eu ganhei a guerra!
Chiquinha: Papaizinho...
Dona Florinda: [entra na Vila, segurando o chapéu de Prof. Girafales] E agora o quê está havendo, hein?
Chaves: Seu Madruga bateu no Nhonho com a carabina.
Dona Florinda: [levanta a mão com o chapéu] Tá, tá, t-- [percebe que está com o chapéu] Nossa. Eu fiquei com o chapéu.
Seu Madruga: É o que fazem todas. Primeiro ficam com o chapéu, depois acabam ficando com a carteira.
Chiquinha: Não bate nele não!
Chaves: Não acha que parece com o Professor Linguiça?
Nhonho: [risos] É mesmo, a única coisa que tá faltando...
[Prof. Girafales entra na Vila]
Chaves: "Tá, tá, tá, tá, tá!"
Nhonho: Chaves...
Chaves: E também tá faltando o ramo de flores, o charuto e...
Prof. Girafales: E suas broncas.
Chaves: Isso, isso...
Prof. Girafales: Disse isso?
Prof. Girafales: [vai até a porta de Seu Madruga, e vira para trás] Ah, mais uma coisa! É melhor tapar os olhos porque o que vai sair por esta porta é um frangalho humano!
[Dona Florinda e Chiquinha saem]
Dona Florinda: O quê disse?
Chiquinha: Te chamou de frangalho!
Prof. Girafales: Não!
Chiquinha: Como não, se eu ouvi?! O Chaves também, não é verdade mesmo, Chavinho?
Chaves: Sim, eu também ouvi muito bem quando o senhor chamou ela de frangona!
Prof. Girafales: Eu jamais disse "frangona". Eu disse "frangalho". [para Dona Florinda] Bom, mas é que... Eu pensei que quem ia sair por essa porta fosse o Seu Madruga, não a senhora. Ah, e a propósito, [desvia o olhar] poderia me dizer o quê a senhora estava fazendo na residência de um homem?
Dona Florinda: Ah, eu entrei pra procurá-lo! [arfa] Ah, mas não vá pensar que eu tinha más intenções!
Prof. Girafales: Não?
Dona Florinda: Não! Eu só queria matá-lo de pancadas!
Prof. Girafales: Ah! Pois é exatamente o mesmo que eu queria fazer!
Chiquinha: [sarcasticamente] Ah, que bom! Vocês não querem esperar, ou querem deixar um recado? [cruza os braços]
Dona Florinda: Não ligue pra ela. Me diga que milagre que veio por aqui.
Prof. Girafales: Eu vim buscar este frangalho, digo, meu chapéu.
Dona Florinda: Não gostaria de tomar uma xícara de frangalho? Digo, não gostaria de tomar uma xícara de chapéu? Digo, não gostaria de tomar uma xícara de café?
Prof. Girafales: Não será muito frangalho? Digo. Não será muito chapéu? Digo. Não será muito incômodo?
Dona Florinda: Não, nenhuma. Entre, por favor.
Prof. Girafales: Primeiro a senhora.
Chaves: Sabe de uma coisa, Chiquinha?
Chaves: Criança não deve brincar com arma nunca!
Chiquinha: E tudo por culpa da droga do Chaves!
Chiquinha: A trombada de dois mundos!


Chaves - Temporada de 1979
Vamos ao Cinema? · É Duro Ser Eletricista! · O Dia dos Namorados - Parte 1 · O Dia de São Valentim - Parte 2 · Tortinhas de Merengue Sem Açúcar· Nas Pontas dos Pés· O Livro de Animais· A Catapora· Um Astro Cai na Vila, Partes 1 e 2· Guerra às Crianças· O Cachorrinho · A Prova de Aritmética· O Dia da Criança· Um Banho Para o Chaves· Santa Ignorância· Peixe Cru Faz Bem Pra Memória· Uma Aula de História· O Chiclete e o Paletó· O Cãozinho Satanás· O Último Exame· A Fonte dos Desejos· Os Penetras - Parte 1· Dona Florinda Abre um Restaurante - Parte 2· Dando Sorte Com Muito Azar· O Restaurante de Dona Florinda· A Aula de Matemática· Chaves, o Engraxate, Partes 1 e 2· O Estilingue· O Restaurante da Dona Florinda· Tem Uma Mosca no Meu Café· Na Escola... Domingo· Cuidando de Dona Florinda· Nasce Uma Bisavó· Uma Ajuda Para a Cruz Vermelha· O Parque de Diversões, Partes 1 e 2· O Sonho Que Deu Bolo· Eu Sou a Mosca Que Caiu na Sua Sopa· Caça ao Rato, Partes 1 e 2· Reivindicação salarial para o Chaves· O Bolo· Os Gatinhos de Chaves· Os Hóspedes do Sr. Barriga, Partes 1, 2, 3 e 4· Antes Um Tanque Funcionando Que Uma Lavadora Encrencada
Advertisement