Wiki Chaves
Advertisement
O Bebê Jupiteriano
Chapolin7425
Episódio de Chapolin
Título Original Los Bebés Ya No Vienen de París, Ahora Vienen de Júpiter
Elenco Roberto Bolaños
Florinda Meza
Carlos Villagrán
Ramón Valdez
Arturo Garcia Tenório[1]
Versão 1
Exibição 24 de agosto de 1974
Anterior Remédios das dores da angústia
Próximo A Maldição da Bola de Cristal
Dublagens MAGA: 1 Dublagem (1990)
Obs.: O bebê e o garoto dono do Disco Voador são dublados por Márcia Gomes
Regravado em 1977

O Bebê Jupiteriano (no original, Los Bebés Ya No Vienen de París, Ahora Vienen de Júpiter) é o vigésimo sexto episódio de Chapolin da temporada do ano de 1974.


Sinopse[]

Na varanda de um hotel nas montanhas, um casal (Carlos Villagrán e Florinda Meza) respiram o ar puro. Florinda se distrai ao ler um livro sobre extraterrestres. Ela conta ao marido que leu que os discos voadores pousam em locais montanhosos. Carlos sai para passear e o garçom do hotel leva uma jarra de limonada à Florinda, que se hipnotiza ao ver um disco voador. O garçom entende que ela quer comer pato silvestre e sai para fazer o pedido. Assustada, Florinda invoca o Chapolin Colorado, que não acredita na história até ver o disco voador e derrubar limonada em si mesmo. O garçom chega com o prato, que acaba sendo quebrado por um distraído Chapolin. Depois, sozinho na varanda, Chapolin procura pelo OVNI. Carlos chega e reconhece o herói, que lhe explica a história, na qual Carlos é cético, até que também vê o disco voador. O pequeno disco se aproxima deles, acertando Chapolin, que cai desmaiado. Carlos ri e pega o disco voador na mão, dizendo que é um brinquedo. Ele resolve mostrá-lo à Florinda, que se envergonha por ter se assustado. Florinda coloca o disco na mesinha e Carlos sai pra procurar o dono do brinquedo. Florinda escuta um choro vindo do disco. Ao abrí-lo, vê um minúsculo bebê (Arturo Garcia Tenório), e desmaia. O garçom aparece com mais limonada e, ao tentar acorda Florinda, acaba molhando-a. Ela diz que o bebê desapareceu.O garçom vai procurar no quarto e Florinda chama o Chapolin. O garçom sai do quarto e diz que encontrou o bebê, que do quarto bem maior do que antes, quase do tamanho humano. Florinda explica que o bebê veio dentro do disco e o garçom dá uma mensagem que achou no disco ao Chapolin, que a traduz usando suas Anteninhas de Vinil: a mensagem diz que a mãe do bebê, de Júpiter, o mandou à Terra para se salvar de uma guerra atômica em Júpiter. Chapolin explica que o metabolismo do bebê é maior. O bebê aparece novamente, agora do tamanho do Chapolin. O bebê acerta Chapolin. Carlos chega no apartamento e se espanta ao ver um homem usando fraldas. Florinda explica tudo, mas Carlos só se convence após todos confirmarem. O bebê cresce mais, bate no Chapolin e volta a crescer, ficando de tamanho gigante. Depois, na varanda, Carlos diz que não conseguiu encontrar o bebê de quatro metros pelo apartamento. O garçom aparece e diz que também não o encontrou. Logo, chega Chapolin e diz o mesmo. Ele se apoia na mureta da varanda. Do penhasco, o bebê surge gigantesco. Todos fogem e o Chapolin diz que o bebê não apareceu. O bebê entra quase que inteiro no apartamento e é expulso por Chapolin que corre atrás de Carlos, que foi para o lado de fora. O bebê pega Chapolin pelas antenas e o joga no chão, fazendo-o desmaiar. Chapolin acorda e percebe que tudo foi um sonho a partir do momento que o disco atingiu sua cabeça. Um garotinho aparece e pergunta se eles não viram um disco voador de brinquedo.

Trívia[]

  • Na carta enviada junto com o bebê Jupiteriano esta escrito: "Planeta Júpiter a ponto de sucumbir por guerra atômica. Enviamos bebê recém nascido com esperança de viver na Terra. Assinado sua mãe, Petrolina Feris."
  • A parte em que o bebê agarra o Chapolin e o solta, o fazendo desmaiar pela queda fora adaptada no episodio O Gigante.


Chapolin - Temporada de 1974
A invasão dos marcianos · O caso dos homens que eram idênticos · A Bela Adormecida Era um Senhor Muito Feio - Partes 1 e 2 · Os Búfalos, os Caçadores e Outros Animais · Chapolin vemos, cérebro não sabemos· Mais vale cem fantasmas voando, que um na mão!· O Extrato de Energia Volátil· A Revólver Dado, Não Se Olham as Balas· Expedição Arqueológica· Paquera à moda antiga/Em fotos pequeninas, o Chapolin aparece de corpo inteiro· Doutor Chapatin/Os mortos são obedientes· Ladrão que rouba ladrão está traindo o sindicato · Mais vale uma mulher jovem, rica e bonita do que uma velha, pobre e feia · O Bandido do Hospital · Dom Chapolin de La Mancha· A casa dada não se contam os fantasmas· Silêncio no Estúdio/Goteiras· Salvem o meu bebê!· Coleção de ladrões· Um abrigo para o Doutor Chapatin/A corneta paralisadora· O Relógio Perdido/Ratos Vemos, Intenções Não Sabemos· O Retorno da Corneta Paralisadora· Uma Conferência Sobre o Chapolin· Por favor, é aqui que vive o morto?· O cleptomaníaco· Presídio de Segurança Mínima· Festival de Fantasia - Partes 1 e 2· Não confunda "a casa está caindo de velha" com "a velha está caindo da casa"· Não Se Enrugue Couro Velho Que Te Quero Pra Tambor· O Anel Mágico· Remédios das dores da angústia· O Bebê Jupiteriano· A Maldição da Bola de Cristal· Precisamos fechar!/Não me amole, mosquito!· A Guerra de Secessão/Mão Negra· A Tragédia/O Verniz Invisibilizador·Os vampiros não sabem fazer outra coisa que não seja chupar sangue · O Soldado Atrapalhado/Depois de Jogarem o Chapolin, Tapem o Poço· Uma coisa é ser Sansão e outra é usar peruca· Ainda que a cela seja de ouro, não deixa de ser chato ficar preso· Uma pedra no Caminho/O Extraterrestre· Doutor Chapatin no banco/O Gorila sai da jaula

Referências Bibliográficas e Notas[]

  1. Participação Especial
Advertisement