Wiki Chaves
Advertisement
Os Insetos do Chaves
Chaves7536 480
Episódio de Chaves
Título Original Los insectos del Chavo
Elenco Roberto Gómez Bolaños
Carlos Villagrán
Ramón Valdez
Florinda Meza
Angelines Fernández
Maria Antonieta de las Nieves
Versão 2
Exibição 1975
Semelhante a Caçando Insetos (1973)
Nas Pontas dos Pés (1979)
Anterior Quem com Catapora Fere, com Catapora Será Ferido!
Próximo Matando Aula
Dublagens MAGA: 2 Dublagens:
(1984)
(19??) - dublagem inédita (Titulada como Coleção de insetos)
Obs.: Embora tenha sido dublado em 1984, só foi estrear no SBT em 1992 e voltou ao ar em 2012.
Embora só tenha voltado ao ar no SBT apenas em 2012, teve seus trechos exibidos em chamadas do Chaves em 2003.
Direção Enrique Segoviano

Os Insetos do Chaves (no original Los insectos del Chavo) é o ultimo episódio do Chaves da temporada de 1975. É um episódio ex-perdido, que saiu do ar em 1992, só voltando no dia 16/01/2012, regravação de 1973 e 1979.

Sinopse[]

Seu Madruga sai de casa para procurar sua filha. Dona Clotilde o cumprimenta e o conta que está fazendo um bolo para ele, com muito carinho. Eles conversam sobre o bolo que a esposa de Seu Madruga fez, e ele diz que dá para aproveitar o bolo da Dona Clotilde de uma forma ou de outra, como Seu Madruga fez com o bolo de sua esposa. Dona Clotilde diz que mais tarde vai entregar. Seu Madruga finalmente encontra Chiquinha, para perguntar onde está o ferro de passar, e descobre que foi entregado para o Chaves, para ele achatar minhocas usando o ferro. Chaves achata o pé de Quico. Dona Florinda sai de casa e bate em Seu Madruga, por achar que a culpa é dele. Logo depois, Chaves está no pátio da vila, matando insetos com gasolina. Quico entra na vila, comendo balas, e por isso Chiquinha pede um saquinho de balas ao seu pai, já que Quico não quer dar a ela ou ao Chaves.

Chaves vai procurar insetos pela vila. Quico bebe a gasolina pensando ser limonada, e vai embora se sentindo mal. Chaves pega o saquinho de balas do Quico, já vazio, para guardar seus insetos, mas Chiquinha pega e come, pensando ser balas. Ela leva pra casa, mas Seu Madruga pensa que ela roubou um saquinho de balas de Chaves ou Quico, e também come um pouco de insetos, acabando se sentindo mal. Dona Clotilde aparece com o bolo, e dá para Seu Madruga. Ela fica com o saquinho de insetos, também come um pouco, e depois desmaia. Chaves fica com o bolo dela. Dona Clotilde entra na casa de Seu Madruga para dar charutos a ele, e aliviar o gosto dos insetos. Ele bebe gasolina, pensando ser outra coisa, e depois pega o charuto. Isso causa uma explosão, e o episódio termina com os personagens tossindo, sendo que eles também trocam de chapéu (Chaves com o chapéu de Seu Madruga, Seu Madruga com o chapéu de Dona Clotilde e Dona Clotilde com o chapéu de Chaves).

Elenco e Dubladores[]

Elenco[]

Dubladores[]

Curiosidades[]

  • No SBT, esse episódio saiu do ar em 1992 e voltou em 16/01/2012.
  • Trechos desse episódio chegaram a aparecer em algumas chamadas em 2003.

Citações[]

narrador: "Os Insetos do Chaves"
Seu Madruga: Chiquinha! Mas que diabo! Chiquinha! Mas onde será que meteu essa pestinha?!
Dona Clotilde: [espia pela janela e sai de casa] Bom dia, Seu Madruga.
Seu Madruga: Bom dia, Dona Clotilde. Como vai a senhora?
Dona Clotilde: Bom, não tão bem como o senhor.
Seu Madruga: [desvia o olhar e tosse]
Dona Clotilde: Mas de qualquer maneira, me agrada vê-lo porque... eu tenho preparado uma surpresa! Que vai lhe dar muito prazer...
Seu Madruga: A senhora vai mudar daqui?!
Dona Clotilde: ...Quê?
Seu Madruga: Quer dizer... Quer dizer, quer dizer... Perdão, mas que tipo de surpresa é essa?
Dona Clotilde: Com licença... Drudru! [entra em casa]
Seu Madruga: [se arrepia]
[Quico e Chiquinha entram na vila]
Seu Madruga: [gritando] Chiquinha!
Chiquinha: [gritando] Quê?!
Seu Madruga: [se assusta] Por onde é que você anda?! Eu estou há mais de duas horas procurando o ferro! Onde está?!
Chiquinha: Vai passar roupa?
Seu Madruga: Não... Quero o ferro pra jogar futebol.
Quico: E não ficava mais fácil jogar com uma bola?
Seu Madruga: O quê?
Quico: Principalmente se for cabecear, né? Dói menos. Licencinha. [anda em direção ao portão]
Chiquinha: Olha, pai. Você olhou se o fio de ligar o ferro estava pendurado na "palede"?
Seu Madruga: Na "parede", senhorita!
Chiquinha: Bom, foi o que eu disse. Não estava lá?
Seu Madruga: Bom, bom, sim, mas está só o fio. Cadê o ferro?
Chiquinha: Você olhou bem? Nas duas pontas do fio?
Seu Madruga: Mas é claro que sim! Cê acha que eu sou burro?
Chiquinha: Por que acha que eu perguntei?
Seu Madruga: [se aproxima]
Chiquinha: [se afasta] Er, não, não! Eu quero dizer, digo, er... Aahh! Pai... O que você procura é o ferro!
Seu Madruga: Sim. Onde está?
Chiquinha: O ferro? [ri nervosa]
Seu Madruga: Me diga o que você fez com o ferro de passar roupa.
Chiquinha: [risinhos] Eu emprestei pro Chavinho. [risinhos]
Seu Madruga: Ao Chaves?!
Chiquinha: [assente, assustada]
Seu Madruga: E pra quê ele quer o ferro de passar?!
Chaves: [entra na vila com o ferro] Eu já consegui achatar mais de 20 minhocas!
Seu Madruga: [olha para o ferro na mão de Chaves e aponta]
Chaves: [gesticula, achatando o ar com o ferro]
Seu Madruga: Quer dizer que o meu ferro estava sendo usado pra achatar minhocas, Chaves?
Chaves: Sim. Sabe como ficam as minhocas quando a gente achata elas?
Seu Madruga: Como?
Chaves: Como minhocas achatadas.
Seu Madruga: [arfa] Vocês viram? Mas que grande descoberta acaba de fazer o Chaves! [para Chiquinha] Você viu só? [para o Quico] Como ficam as minhocas achatadas?
Quico: Muito parecidas com o senhor.
Seu Madruga: [se vira lentamente para o Quico] O quê você disse?
Quico: Nada, nada, nada...
Chaves: [aponta para o chão] Oh! Olha, Chiquinha! Uma minhoca!
Chiquinha: [grita e se afasta]
Chaves: Veja como eu achato ela! Olha bem, ó.
Quico: Deixa comigo! [vem correndo, ri, e pisa]
Chaves: [acerta ferro no pé do Quico]
Quico: Ahh! ...Mamãe!
Seu Madruga: Mas tinha que ser o Chaves!
Chaves: M-Mas eu não tive culpa, e-eu só ia achatar a minhoca e--
Seu Madruga: Me dá aqui esse ferro! [tira ferro das mãos dele] Cai fora daqui, você só arruma confusão! Ora essa, olha só...
Dona Florinda: [sai de casa] O quê que há, o quê que aconteceu?!
Quico: Ele achatou meu sapato com meu pezinho dentro, mamãe.
Dona Florinda: Mas todo dia!
Seu Madruga: Não, mas a intenção era achatar uma minhoca--
Dona Florinda: [bofetada] Seja mais homem e bata em alguém do seu tamanho!
Chiquinha: [se coloca na frente do Seu Madruga] O meu pai nunca bateu em ninguém!
Seu Madruga: Deixa ela, filha. Ignore-a.
Chiquinha: Cada vez que ele tenta bater em alguém acaba apanhando! [assente a cabeça] Hm!
Seu Madruga: Chiquinha! Olha, é melhor calar a boca.
Chiquinha: Meu amorzinho...
Seu Madruga: Tá!
Dona Florinda: Vamos, Tesouro. Não se misture com essa gentalha.
Quico: Sim, mamãe! Erm. [para o Chiquinha] Dá uma licencinha?
Chiquinha: Claro, Quico. [sai da frente de Seu Madruga]
Quico: Obrigado. Gentalha, gentalha! [empurra Seu Madruga e entra em casa]
Dona Florinda: E da próxima vez, vá achatar as bochechas da sua avó! [entra em casa]
Seu Madruga: [se prepara pra jogar o ferro no chão, mas percebe e joga o chapéu. Pula no chapéu]
Chaves: Seu Madruga! Quer que eu traga goma para achatar as bochechas da sua avozinha?
Seu Madruga: [coloca chapéu; estreita os olhos; se prepara para bater em Chaves com o ferro, mas percebe] Segura isso! [dá ferro a Chaves, e dá cascudo nele] Toma!
Chaves: Pipipipipi... [vai para o barril]
Seu Madruga: "Pipipipipi..." "Pipipipipi..." [pega ferro de volta] Só não te dou outra porque a minha avozinha está pensando em... Em fazer uma cirurgia plástica! [anda para casa e passa por Chiquinha] Sai daí! [entra em casa]
Chiquinha: [balança a mão, e vai para o barril de Chaves]
Chaves: [chorando dentro do barril]
Chiquinha: Chaves. Vamos, não chore mais. [põe o braço dentro do barril] Não chore, Chavinho, não chora, vai. Eu te ajudo, vem! [puxa Chaves para fora pela mão] Me dá a mãozinha, eu te ajudo, venha. Vem. [olha para sua mão] Escuta, Chaves. O que é que você tem na mão?
Chaves: Uma minhoca! E você amassou ela!
Chiquinha: [grita, enojada, e esfrega as mãos no vestido]
Chaves: E estava novinha!
Chiquinha: [chorando] WAH! B, C, D, E, F, G, H, Z, ahh... Wah...
[fade-out]
[Chaves está agachado no primeiro pátio, com uma coleção de insetos sobre um papel, em cima de um caixote]
Chaves: [derrama o líquido de uma garrafa nos insetos]
Chiquinha: [sai de casa saltitando] Chavinho! Do quê que cê tá brincando?
Chaves: Não estou brincando. Estou matando "insestos".
Chiquinha: [risos] Ai, Chaves. Só que não se diz "insestos", se diz "inseptos".
Chaves: Tá.
Chiquinha: E com o quê cê tá matando eles?
Chaves: [aponta para garrafa] Não está vendo? Com gasolina.
Chiquinha: Oh, pobrezinhos. E isso não dói muito?
Chaves: Não.
Chiquinha: E como é que você sabe que não dói muito?
Chaves: Porque eles não gritam.
Chiquinha: [vira o rosto] Pois se por acaso você não sabe, Chaves, os "inseptos" não gritam.
Chaves: Então o quê fazem quando sentem dor?
Chiquinha: Se aguentam como bons machos! Pois é, pois é, pois é, pois é.
[Quico entra na vila, cantarolando, com um saquinho de balas]
Quico: Olha só. Olha, Chiquinha. Olha, Chaves. Um saco cheinho de balas, e não do-ou. [ri e continua andando]
Chiquinha: Ah, sei. [gritando na direção de Quico] Mas acontece que eu nem queria! [para Chaves] Espera um pouquinho que eu já venho. [corre para casa]
[Na casa de Seu Madruga, Seu Madruga coloca uma tábua de passar na sala]
Chiquinha: Ai, paizinho lindo, meu amor, que coisa mais bonita que é o papai. [beija a bochecha de Seu Madruga e estende a mão] Me dá dinheiro pra comprar um saquinho de balas?
Seu Madruga: Dinheiro, dinheiro, que dinheiro. Isso é tudo você sabe fazer?! Não sabe fazer outra coisa além de pedir dinheiro? [põe a mão no bolso; tira um lenço e assoa o nariz]
Chiquinha: O quê aconteceu?
Seu Madruga: Com o quê?
Chiquinha: Com o dinheiro pro meu saquinho de balas.
Seu Madruga: Não tenho!
Chiquinha: [chorando] WAH! B, C, D, E--
Seu Madruga: Silêncio! Nem pense que vai me impresionar com lágrimas de crocodilo.
[Chiquinha soluça]
[No pátio, Chaves se levanta do caixote de insetos e começa a mexer nos vasos de plantas da Dona Clotilde]
Dona Clotilde: [entra na vila e vê Chaves] O quê está fazendo aqui?
Chaves: Ai!
Dona Clotilde: O quê está fuçando na minha casa?
Chaves: Eu não tô fuçando não! Eu só tô procurando "inseptos" na jardineira.
Dona Clotilde: Ah, é? Pois vá procurar essas porcarias em outro lugar! Vamos, vamos! [entra em casa]
Chaves: [vai procurar nos vasos de plantas da Dona Florinda]
Quico: [sai de casa, e percebe que seu saquinho de balas acabou; larga o saquinho no chão do pátio, e observa a garrafa de gasolina na jardineira de Dona Clotilde; percebe que Chaves está distraído e sorrateiramente bebe a garrafa de gasolina; reage mal ao gosto]
Chaves: Olha, outro "insepto"! [mostra ao Quico]
Quico: Chaves, não é por nada mas eu acho que esses insetos não vão gostar nada dessa limonada.
Chaves: Mas não é limonada, é gasolina.
Quico: Ora, mas-- [boquiaberto] Mamãe!! [empurra Chaves e entra em casa]
Chaves: [vê saquinho no chão, mas descobre que está vazio e o atira de volta ao chão; volta para o caixote de insetos, mas levanta a cabeça de repente e pega o saquinho para guardar os insetos]
[Na casa de Seu Madruga, Chiquinha continua chorando e tentando fazer Seu Madruga olhar]
Seu Madruga: Já chega! Vai lá pra fora brincar, vai.
Chiquinha: [chorando] WAH! B, C, D... [sai de casa chorando; vê Chaves e continua chorando]
Chaves: [anda com o saquinho até Chiquinha] Chiquinha, quê que foi? O quê que cê tá chorando?
Chiquinha: [soluçando] Porque.. Eu queria... Um saquinho... De balas e meu pai não quis me dar dinheiro pra comprar e... [vê saquinho na mão de Chaves; toma dele] Achado não é roubado!
Chaves: Me dá aqui! Me dá isso aqui!
Chiquinha: Não dou nada! [come um inseto do saquinho]
Chaves: Ô, Chiquinha, você... pega tudo de mim! Ah...
Chiquinha: [estranha o gosto, mas engole] Olha, Chaves. Essas balas aqui tem um gosto de gasolina...
Chaves: Nada disso, são meus "inseptos"!
Chiquinha: Ah, são... [boquiaberta, olha para Chaves e para o saquinho; começa a chorar e entra em casa]
Seu Madruga: Ai, ai, ai, ai, ai! E agora, o quê é que foi?!
Chiquinha: [soluçando e apontando] Quico... saquinho de balas... e o Chaves... saquinho de balas... [chorando]
Seu Madruga: Escuta, Quico.
Quico: Que é?
Seu Madruga: Você sabe de quem eram essas porcarias?
Quico: São minhas! Por quê?
Seu Madruga: [tom suave] N-não. N-não. [tom normal] Por nada. Por nada.
Quico: Ah, bom. Pois então me dá--
Seu Madruga: [beliscão]
Quico: [grita]
Dona Florinda: [entra na vila] E agora também vai negar que beliscou o Quico?!
Seu Madruga: Não, senhora! Agora não nego! [bate no peito] Fui eu!
Dona Florinda: Ha! E ainda se atreve a confessar! [tapa]
Seu Madruga: Escuta. Essa bofetada foi pelo beliscão que eu dei no Quico, não é?
Dona Florinda: Sim, senhor!
Seu Madruga: Dê-me outra!
Dona Florinda: ...O senhor quer outra bofetada?
Seu Madruga: Sim!
Dona Florinda: Ah. Com muito prazer! [tapa]
Seu Madruga: Com licencinha.
Quico: Que foi, o senhor também--
Seu Madruga: [beliscão]
Quico: [grita]
Dona Florinda: Mas o senhor não--
Seu Madruga: Estamos quites, não?!
Dona Florinda: [gagueja]
Seu Madruga: Pra dentro, Quico! Não se misture com essa gentalha!
Quico: [olha para a tela]
Seu Madruga: Anda logo!
Quico: Gentalha, gentalha! [empurra a Seu Madruga e entra em casa]
Dona Florinda: [grunhe, balançando os punhos, e entra em casa]
Chiquinha: Papai, me dá um dinheiro pra comprar o caramelo?
Chiquinha: É pra tirar o gosto dos inseptos que eu comi.
Chiquinha: Outra pra você?
Seu Madruga: Sim.
Chiquinha: Você também comeu inseptos?
Seu Madruga: Só um pouquinho.
Chaves: Seu Madruga, me devolve meus inseptos?
Seu Madruga: Ah, então foi você que jogou esses insetos no saquinho de balas, não? Segura isso aqui.
Chaves: Obrigado.
Seu Madruga: [dá cascudo] Toma!
Chaves: Pipipipipi... [vai para o barril]
Seu Madruga: "Pipipipipi..." Só não te dou outra porque...
Dona Clotilde: Aqui está, Seu Madruga, como eu lhe prometi.
Chiquinha: Toma, papai. É pra você tirar o gosto ruim da boca.
Dona Clotilde: Come se atreve?
Seu Madruga: Não, não, não, não. Minha filhinha tá pensando em outra coisa.
Chiquinha: Oba! Dá aqui!
Dona Clotilde: Fui eu que fiz.
Chiquinha: Ai, não, papai.
Seu Madruga: Bom, ela já disse muitas vezes que eu que tô duvidando. [dando pausa] Quer dizer, quer dizer...
Dona Clotilde: Olhe, é melhor nem dizer nada. Suponho que a Chiquinha tem razão,
Chiquinha: Papai! Você não vai de defender?
Seu Madruga: Claro que sim, filhinha! Você que é culpada!
Chiquinha: [chorando] WAH! B, C, D, E, F, G, H, Z!
Seu Madruga: Bom, obrigado pelo bolo.
Dona Clotilde: Com muito prazer. Gatão! [Seu Madruga se assusta]
[Dona Clotilde come insetos e sentiu o gosto ruim e desmaiou no chão]
[fade-out]
[Seu Madruga abriu a porta]
Seu Madruga: O quê aconteceu?
Chaves: Acho que ela estava voando da vassoura e caiu.
Seu Madruga: Quem?
Chaves: Foi a bruxa do 71.
Seu Madruga: Puxa! [para Chaves] Segura isso aqui. [para Dona Clotilde] Dona Clotilde! Dona Clotilde! Dona Clo! Dona Clo! Como se sente?
Dona Clotilde: Onde estou?
Seu Madruga: Aqui na vila! Veja! Veja! Quer dizer... Está tudo bem, está tudo bem. [Seu Madruga segura o saquinho] Puxa.
Dona Clotilde: Besta! Mal agradecido! Me sacrifica com o bolo e o senhor me paga com insetos!
Seu Madruga: Não, não, não. Acontece que o culpado de tudo foi do Chaves e...
Chiquinha: Anda, Chaves! Liga depressa o ferro que meu pai está esperando!
Chaves: Já está ligada.
Chiquinha: Bom, experimenta.
Chaves: Sim! [Chaves lambe o pirulito de Chiquinha] Hmm.
Chiquinha: [chorando] WAH! B, C, D, E, F, G, H, Z!
Seu Madruga: O quê foi agora?
Chiquinha: O Chaves lambeu meu pirulito! Pois é, pois é, pois é.
Chaves: Sim, mas você me mandou experimentar!
Chiquinha: Eu não mandei experimentar meu pirulito!
Chaves: Então o quê?!
Chiquinha: Mandei experimentar o ferro!
Chaves: Ah. [Chaves lambeu o ferro que queimou sua língua] Pipipipipi...
Seu Madruga: E agora?
Chaves: Eu não gostei!
Chiquinha: Ai, Chaves. O que você tem de burro, você tem de burro! Me dá isso aqui! [para Seu Madruga] Papai, onde eu coloco o ferro?
Seu Madruga: Ah, emcima do gabinete.
Chiquinha: Você aguenta?!
Chaves: Não, olha ela!
Seu Madruga: Chiquinha! O quê você disse?
Chiquinha: Mas você disse pra eu colocá-lo em cima do gabinete!
Seu Madruga: Não sabe o que é gabinete?
Quico: Me chamaram?
Seu Madruga: O quê?!
Quico: Olhe, Chaves. Esqueceu sua gasolina.
Chiquinha: Não come isso! São inseptos!
Dona Florinda: Vamos, tesouro, não se misture com essa gentalha!
Quico: Sim, mamãe. [para Seu Madruga] Gentalha, gentalha!
Dona Florinda: E da próxima vez, vai
Chaves: Seu Madruga, quer que eu esquento as costas da sua avozinha?
Seu Madruga: [dá cascudo] Toma!
Chaves: Pipipipipi...
Seu Madruga: "Pipipipipi..."
Dona Clotilde: Aqui está, Seu Madruga.
Seu Madruga: Ora, veja só. Isso pra tirar o gosto dos insetos [para Chiquinha] Chiquinha, me dá um fósforo.
Chiquinha: Sim, papai.
Seu Madruga: Escuta, Chaves. Qual líquido que você mata os insetos.
Chaves: Com gasolina.
Seu Madruga: Chiquinha, cadê o fósforo?
Chiquinha: Tá aqui, pai.
[Chiquinha acendeu o fósforo e o charuto explode e ficaram todos com os chapéus trocados]

Assista ao episódio[]

Chaves_-_Os_insetos_do_Chaves_(1975)_HD

Chaves - Os insetos do Chaves (1975) HD


Chaves - Temporada de 1975
Viva a Independência! · Seu Madruga Pega no Batente - Parte 1 · História de Pianista/Seu Madruga Larga o Batente - Parte 2 · Uma Troca Muito Justa - Parte 3 · O Primo do Seu Madruga · Tocando Violão · O Envelope Perdido · Lavagem Completa · Confusão de Bilhetes · Chiquinha, o Terror do Cortiço · O Papagaio do Quico · A Fonte dos Desejos · Brincando de Bombeiros · O Belo Adormecido · Posso não Emprestar o que é Meu, mas dos Outros... · O Aniversário do Quico · Era Uma Vez Um Gato, Partes 1 e 2 · A Morte do Seu Madruga · Os Ladrões/Guerra é Guerra · Ser Professor é Padecer no Inferno · Jogando Futebol · O Livro da Chiquinha · Mal-Entendidos · O Dia Internacional da Mulher - Parte 1 · Não é Fácil Roubar/A Chegada das Novas Vizinhas - Parte 2 · O Namoro do Seu Madruga - Parte 3 · Se Beijo Fosse Sapinho, o Mundo Seria um Brejo! - Parte 4 · Estourando Balões · O Trocador de Lâmpadas · Vamos Brincar de Carrinhos? · Assistindo ao Jogo · A Casa da Bruxa · O Primeiro Dia de Aula, Partes 1 e 2 · O atropelamento · O Banho do Chaves · Regando Plantas · Quem com Catapora Fere, com Catapora Será Ferido! · Os Insetos do Chaves
Advertisement