Quico
Quico1978.png
Apelidos Tesouro
Querubim[1]
Carinho[2]
Querido[2][3]
Rei[2][3]
Coração[2][3]
Bochechas de Buldogue Velho[4][5]
Moleque Aloprado[4]
Cara de Lua Cheia[3]
Bochechudo Mocorongo Almofadinha[5]
Anjinho[6]
Amorzinho[6]
Meu Bem[6]
Bochechudo[7]
Mocorongo
Sexo Masculino
Idade 9 anos[8][9]
(Primeira aparição ele diz que tem 6 anos)
(nasceu em 07/05/1965)[10]
Estado Civil Solteiro
Parentes Dona Florinda (mãe)
Federico (pai)
Pópis (prima)
Casa Casa da Dona Florinda (nº14)
Profissão Estudante
Vendedor de Refrescos
Primeira Aparição Quem Semeia Moeda... (1972)
Última Aparição A Escolinha do Professor Girafales (11/12/1978)
Interprete Carlos Villagrán
Dublador Nelson Machado (1984- MAGA/Gábia/Som de Vera Cruz) (atual)
Sérgio Stern (2007-2012 Herbert Richers/Álamo/RioSound - para o desenho animado)
Vinicius Sousa (2012 RioSound)

Frederico Matalascallando Corcuera[11] (série original) ou Frederico Bardón de la Regueira[12][13] (série animada), mais conhecido como Quico ou Kiko, é um personagem da série Chaves. Interpretado por Carlos Villagrán durante os anos 1971 a 1978, quando deixou a série.

Criação

Roberto Gómez Bolaños teve a ideia para o personagem numa festa de adultos em que vieram uma crianças. Um menino em particular "já não suportava" - disse Bolaños - "porque era mimado como ele só", e tirou muitas coisas daí. Dizia "Ouça, diz que sim, não seja mauzinho" e Bolaños pensou "Se alguém me diz isso na vida real, não saberia o que fazer."[14]

Características

Quico é um garoto bochechudo de 9 anos,[8] nascido em 7 de Maio de 1965,[10] metido e muito mimado por sua mãe, Dona Florinda, e tudo que ele deseja é ganhar sua bola quadrada do Professor Girafales.

Suas bochechas enormes são sempre alvo de chacota entre as crianças. Vive exibindo-se para Chaves, sempre que o vê com um brinquedo simples e velho, Quico vai até sua casa e volta com um novo, bonito e moderno, apenas para fazer inveja ao pobre menino.

É um perfeito idiota - assim o define Chiquinha, que sempre dá um jeito de se divertir às custas de sua burrice, que ele não nega, quando Chaves o desrespeita, sempre dá um soco no orfão e Quico é vencido por três socos.

Com sua falta de inteligência, Quico irrita principalmente Seu Madruga, que sempre lhe dá um beliscão, e Quico sempre conta para sua mãe, e a mesma bate em Seu Madruga, muitas vezes até injustamente. Mesmo Seu Madruga sendo um bom homem, aguenta a zombaria de Quico, que o chama de gentalha e o empurra.

Quico parece ser meio fresco (provavelmente por influência da mania de grandeza de sua mãe). Em Como Pegar o Touro a Unha, diz que em sua casa só tem toalhas rendadas e bordadas a mão; em Posso não Emprestar o que é Meu, mas dos Outros..., diz que só come em pratos de porcelana; em Quem com Catapora Fere, com Catapora Será Ferido!, despreza o refresco de Chaves por estar sem gelo.

Mesmo sendo um garoto mimado, superprotegido, arrogante, manipulador, e invejoso, tem um bom coração no fundo, e inclusive é o melhor amigo do Chaves na Vila.[14]

Dublagem

No Brasil, Quico é dublado por Nelson Machado na fase clássica de Chaves. Quando Quico deixou as séries em 1978, foi tentar carreira solo com os seriados Kiko Botones, Federrico e Ah que Kiko!, este último sendo exibido pela Bandeirantes e tendo a dublagem dos Estúdios Maga ou seja, Nelson Machado o dublou também em sua própria série.

No desenho animado, foi dublado por Sérgio Stern, e nos episódios inéditos de 2014, foi dublado por Vinicius Sousa.

Nome

A partir da estreia de Chaves em Desenho Animado, surgiram fontes anunciando que o nome completo de Quico é "Federico Bardón de la Regueira".[12][13] Entretanto, no episódio Nasce Uma Bisavó da série original, havia sido revelado que o nome de Dona Florinda era "Florinda Corcuera y Villalpando, viúva de Matalascallando". Donde se deduz, pela tradição hispânica de nomes, que o nome completo de Quico seria "Federico Matalascallando Corcuera".

De fato, ainda anos após as fontes citadas, houve pelo menos um tweet oficial seguindo esta linha de raciocínio[11] (apesar de usar "Mátalas" como sobrenome separado, enquanto outras fontes consistentemente mostrarem o "Matalascallando" de Florinda e Federico como um nome só).

A fundo de curiosidade, "Matalascallando" é um sobrenome interessante para o Quico. Trata-se de uma velha expressão Mexicana: um matalascallando é uma pessoa astuta que persegue seus fins sem aparentar;[15] alguém que finge inocência mas age furtivamente. Algo apropriado para o menino travesso e dissimulado.

Kiko

Ao sair do elenco de El Chavo Del Ocho em 1979, Carlos Villagrán não poderia continuar com o personagem, porque os direitos pertenciam a Roberto Gómez Bolaños. Sua solução foi rebatizá-lo como Kiko, já que os direitos autorais não contemplam "O uso de palavras similares que soem igual à palavra registrada".[16]

Sendo assim, o uso dos nomes "Quico" ou "Kiko" depende do contexto em que se insere o personagem: Se referindo à série Chaves, é "Quico"; se referindo aos projetos independentes de Carlos Villagrán, o nome é "Kiko".

Na dublagem brasileira do episódio O Vendedor de Balões, Chiquinha soletra o nome dele como "K-I-K-O", apesar da dublagem original usar "Q-U-I-C-O". (Possivelmente, a troca foi influenciada pela divulgação do personagem com o nome trocado entre 1982 e 1988, já que a dublagem brasileira começou em 1984.)

Alguns episódios depois, em Nem Todos os Bons Negócios São Negócios da China - Parte 1, Quico abre uma barraca com o cartaz "Super de Quico".

Na introdução de Chaves em Desenho Animado, o nome "Quico" é usado, mostrando que o nome original foi mantido.

Curiosidades

  • Quico é hematofóbico, ou seja, ele tem medo de sangue e quando vê, desmaia.
  • Na dublagem brasileira, existem episódios em que Quico faz referência a alguns brasileiros famosos, dentre eles: Costinha, Zezé Macedo, Lucélia Santos, Pedro de Lara, Ary Toledo, etc. Essas referências podem ser encontradas em abundância no episódio Os Espíritos Zombeteiros (1974)

Bordões

  • "O que será que ela/ele quis dizer?"
  • "Cale-se, cale-se, cale-se, que você me deixa louco!" (quando alguém fica repetindo alguma coisa e ele se irrita; apesar de ser o "dono" da frase, ela é também repetida em algumas ocasiões por outros personagens, como Chaves e Seu Madruga)
  • "Ghrrrrrrrrr!!" (choro)[17]
  • "Mamãe!" (quando alguem bate nele, ou alguem pega os brinquedos dele mesmo que ele não tenha emprestado ou quando Seu Madruga lhe dá um beliscão).
  • "Ah diz que sim vai...(diz o que ele quer), não custa nada, vai, anda, siiiim???" (persuasão)
  • "Por isso eu digo que sim/não." (Quando alguém usa um ditado para expressar uma ideia e Quico leva ao pé da letra, e a pessoa reformula sua ideia com uma frase denotativa, Quico fala isso.)
  • "Não, Chavinho, não!" (quando Chaves tenta bater e perseguindo-o)
  • "Você não vai com a minha cara?" (quando o desrespeitam e/ou quando o irritam)
  • "Que coisa, não?" (quando comete uma coisa sem querer)
  • "Da parte de quem?" (quando perguntam onde está a sua mãe ou seu Madruga quando seu Barriga vem cobrar o aluguel, mas isso aconteceu uma vez)
  • "Sim, mamãe! Gentalha, gentalha! Prrrr!"[18] (depois que a sua mãe o pede para ir para casa e "não se misturar com essa gentalha", ele faz isso empurrando Seu Madruga)
  • "Esperem só até eu ganhar minha bola quadrada!" (Geralmente, Quico diz isso quando ele é o primeiro personagem a aparecer em um episódio. Nessas ocasiões, ele é encontrado brincando com sua bola, onde olha para a câmera e fala essa frase).
  • "Com licencinha..." (Ele diz isso temendo que o batam, e então, sai de cena. Geralmente ocorre com o Seu Madruga).
  • "Cala a boca!" (Repetindo o que a sua mãe ou Professor Girafales fala pro Seu Madruga)
  • "Você quer?" (quando ele finge que vai dar um sanduiche de presunto ou um pirulito ou um algodão doçe. Chaves costuma responder sim e Quico retruca compra(e) ou pois vai comprar ou vai comprar).
  • "Não deu..." (quando fala algo que não agrada aos outros)
  • "Ah bom, então assim, sim" (frase compartilhada com seu amigo Chaves)
  • "Não Chaves, não faça isso! (Quando Chaves ameaça bater no Quico)
  • "Caham!" (Chamando a atenção do Chaves,quando quer lhe deixar com inveja)
  • "Alguém me chamou/que que tem eu?" (Entrando em cena quando alguem usa palavras como "animal" e "idiota")

Apelidos

Música tema

Quico, Quico...
"Rá, rá, rá!"
Cale-se, cale-se!
"Que me deixa louco!"
Gentalha, gentalha!
"Choro mais um pouco!"
O Nhonho disse pra Chiquinha
Que o Chaves era bem mais forte do que eu!
Contou pra vila inteirinha
Que outro dia ele me bateu!
Não é verdade
Eu não posso concordar!
Toda vez que ele me bate
É só pra eu acordar!
Quico, Quico...
"Rá, rá, rá!"
Cale-se, cale-se!
"Que me deixa louco!"
Gentalha, gentalha!
"Choro mais um pouco!"
A meninada
Diz que eu sou pancada
Que tiro zero todo o dia!
Gente faladeira!
É uma mentira vã!
Só tiro zero de manhã!
Quico, Quico...
"Rá, rá, rá!"
Cale-se, cale-se!
"Que me deixa louco!"
Gentalha, gentalha!
"Choro mais um pouco!"
Mas gosto deles mesmo assim
E sei que também gostam de mim!
Estamos junto pro que der e vir
Do Oiapoque ao Chuí!

Roupas

Quico sempre esteve com seu terninho de marinheiro e nenhum episódio ele aparece com outra roupa (somente no episódio de Acapulco e em outras séries que Quico fez parte). Mas uma coisa que Quico sempre mudou foi seu boné:

Referências Bibliográficas e Notas

  1. Episódio Os Gesseiros, 23 de Setembro de 1974
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 Episódio O Primo do Seu Madruga, 3 de Fevereiro de 1975
  3. 3,0 3,1 3,2 3,3 Episódio Mal-Entendidos, 21 de Julho de 1975
  4. 4,0 4,1 Episódio Jogando Futebol, 7 de Julho de 1975
  5. 5,0 5,1 Episódio Estourando Balões, 25 de Agosto de 1975
  6. 6,0 6,1 6,2 Episódio Os Remédios do Quico, 8 de Março de 1976
  7. Episódio Barquinhos de Papel, 7 de Junho de 1976
  8. 8,0 8,1 Episódio O Mistério dos Pratos Desaparecidos - Parte 1, 4 de Fevereiro de 1974
  9. Episódio O Dinheiro Perdido (cena), 29 de Maio de 1978
    Chaves: "Porque a cerveja não é pra criança, cerveja é só pra aqueles que já são adúlteros. (sic) E você tem 9 anos, ou seja, você é uma criança."
  10. 10,0 10,1 Episódio O Cãozinho da Bruxa do 71 (cena), 5 de Novembro de 1973
    Quico: "Quer que eu conte desde o princípio, ou desde antes?"
    Professor Girafales: "Desde o princípio, Quico."
    Quico: "Sim, senhor. Eu nasci em 7 de Maio de 1965..."
  11. 11,0 11,1 El Chavo del Ocho via Twitter, 4 de Junho de 2016
    Obs: Este tweet cita apenas o sobrenome "Mátalas". Entretando, fontes mais primárias grafam o "Matalascallando" de Dona Florinda e Federico como um único nome
  12. 12,0 12,1 Canal 5: El Chavo Animado - Quico (em Espanhol) (arquivado), 2 de Dezembro de 2006
  13. 13,0 13,1 El Chavo Animado no Twitter, 25 de Junho de 2013
  14. 14,0 14,1 Livro Chaves - a História Oficial Ilustrada (Roberto Gómez Bolaños, Editorial Televisa; 2012), p. 61 (visualização)
  15. https://es.thefreedictionary.com/matalascallando (em Espanhol)
  16. Quico na Wikipedia (em Espanhol)
  17. https://twitter.com/ChavodelOcho_Of/status/664231229215088640 10 de Novembro de 2015
  18. https://twitter.com/ChavodelOcho_Of/status/727203715334070273 2 de Maio de 2016
Chaves
Personagens: Chaves - Quico - Seu Madruga - Chiquinha - Dona Florinda - Professor Girafales - Sr. Barriga - Dona Clotilde - Jaiminho - Dona Neves - Nhonho - Pópis - Godinez - Paty - Glória - Malicha - Outros


Lugares: Barril do Chaves - Casa do Chaves - Casa do Seu Madruga - Casa da Dona Florinda - Casa da Dona Clotilde - Casa do Jaiminho - Casa do Sr. Barriga - Pátio - Segundo Pátio da Vila - Vila - Escola do Professor Girafales - Hotel de Acapulco


O Melhor do Chaves: O Melhor do Chaves: Foi Sem Querer QuerendoO Melhor do Chaves: Tinha Que Ser o ChavesO Melhor do Chaves: Isso, Isso, IssoO Melhor do Chaves: É Que Me Escapoliu!O Melhor do Chaves - Vol. 5: Tá Bom, mas não Se IrriteO Melhor do Chaves: Tudo Eu! Tudo Eu! Tudo Eu!O Melhor do Chaves: O Natal do ChavesO Melhor do Chaves: O Melhor das Crianças da VilaAmérica Celebra a Chespirito30 Anos de Chaves


Obra: El Diario Del Chavo Del Ocho

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.