FANDOM


A Vila, também chamada de o Cortiço (no original, La Vecindad: "A Vizinhança") é um conjunto habitacional nos subúrbios da Cidade do México,[1] onde Chaves e vários outros moram. A vila é propriedade de Sr. Barriga e é onde se passam a maioria dos episódios de Chaves.

A Vila

A Vila possui mais de 80 apartamentos[2] (embora só tenham sido mostrados 3 pátios), onde moram 78 inquilinos[3] de classe média baixa. No pátio principal se passa a maioria dos episódios da série, e geralmente eles começam e terminam nele. É lá que moram Chaves (ele não mora exatamente, mas ali fica o seu barril), Dona Florinda, Seu Madruga, Quico, Chiquinha, Dona Clotilde e, durante um curto período de tempo, Paty e Glória.

Porta

Porta da Vila

A porta da vila não foi a mesma em todas as temporadas, pois desde a esquete Remédio Duro de Engolir de 1972 até o episódio Tocando Violão de 1975, a entrada é em formato oval e menor, além do portão ser mais próximo. A partir de Lavagem Completa, a entrada fica mais alta e em formato quadrado, além de que o portão fica mais distante, e inclusive Chaves menciona isso no episódio em questão. Outra alteração foi o chão da vila, que antes era o chão do estúdio - liso e polido, que predominou da primeira esquete até o episódio O Primo do Seu Madruga de 1975, o chão passa a ser próprio - cerâmicas quebradas e cinzentas. Além disso, a partir de 1975, a iluminação e a qualidade de imagem mudam também.

O segundo pátio, se notar, nenhum dos personagens principais moram lá, mas é frequentemente mostrado, por servir de local para as crianças brincarem, por causa da fonte, que acaba de certa forma atraindo os moradores para lá, outro motivo é que lá na maioria das vezes é o esconderijo do seu madruga para não pagar o aluguel. O segundo pátio possui muito mais casas do que o primeiro, porém é raríssimo ver algum personagem saindo de alguma das casas. A que é mais mostrada com frequência é a última casa, a qual possui uma escada e fica num nível superior as outras.

O terceiro pátio nunca foi mostrado e sua existência não é confirmada. Diferente do segundo pátio que é sempre citado pelos personagens, o terceiro pátio nunca foi nem sequer citado, porém o que temos certeza é que existe um local além do segundo pátio em uma pequena passagem após a última casa do segundo pátio, pois como é mostrado nos episódios Os Gesseiros, O Ratinho do Quico ou A Fonte dos Desejos, os personagens principais vão para lá, dando ideia de que exista o terceiro pátio. Provavelmente Chespirito faria esse terceiro cenário, mas por falta de espaço, acabou sendo resultado apenas numa passagem. Mas que lugar é esse ninguém nunca falou? Questiona-se se o Chaves morava mesmo em tal local e o número 8 ficava lá.

Casas/Moradores

Primeiro Pátio

Vila75

Pátio Principal da Vila, em 1975.

  • nº 14 - Dona Florinda mora nesta casa com o seu filho Quico. A casa de Dona Florinda é mostrada com certa frequência, e ela é bem mobiliada, limpa e bonita, além de que aparece apenas a sala de estar e o local onde fica a mesa e a geladeira, embora a cozinha fique numa sala não mostrada. Pertenceu ao Seu Madruga na esquete Remédio Duro de Engolir.
  • nº 23 - Glória e sua sobrinha Paty moram nesta casa. No episódio "As Bombinhas", Chaves entra nesta casa, e aparentemente, ninguém mora nela. Nunca foi mostrado seu interior.
  • nº 24 - Glória e sua sobrinha Paty moraram lá em 1978. Jaiminho morou lá nos anos 80, e até foi mostrada seu interior. Também já foi casa de uma "Dona Luz", que foi mencionada apenas para efeito de uma piada exclusiva da versão original de Brincando de Bombeiros (1975).[4] No desenho animado, Jaiminho torna a morar nesta casa.
  • nº 71 - Dona Clotilde mora nesta casa. Já morou com seu animais de estimação, cão, cadela e gato (ambos chamados Satanás, e a cadela chamada "Canela"). Raramente é mostrado o interior da casa e só é possível ver um quadro ou um vaso encostados numa parede. Sua casa verdadeira não é mostrada por questões de espaços no estúdio. No episódio A Casa da Bruxa, na imaginação das crianças da vila, sua casa é escura e subterrânea, cheia de artigos de bruxas e objetos de natureza e um caldeirão, embora nada disso seja verdade.
  • nº 72 - Seu Madruga mora lá com sua filha Chiquinha. Dona Neves morou lá na ausência de Seu Madruga. Esse é o segundo cenário mais mostrado no programa e a casa mais frequentada por Chaves. A casa de Seu Madruga é pequena, tendo apenas um quarto, que provavelmente seja uma suíte, já que constantemente é referido como banheiro. Na casa há bandeiras do time de Seu Madruga, quadro dele e de Chiquinha, uma estante, uma mesa e uma porta, que embora nunca tenha sido mostrada (a não ser uma pequena parte em Os Espíritos Zombeteiros - Parte 3 de 1974), mas já foi confirmado ser lá a cozinha.

Segundo Pátio

  • 44 - Malicha (Nunca foi vista)
  • 80 - Sr. Descansado (Somente vista no "Gibi" 1995). A casa rosa do segundo pátio.
  • 81 -
  • 82 - A casa desocupada.
  • 28 - A casa da escadaria.
  • 22 - ??? (Nunca foi Vista)

Casas desconhecidas

  • nº 8 - Chaves
  • nº 78 - Rosa
  • Há uma família de sobrenome Gonçalves.
  • Há uma família de sobrenome Martines.
  • n°19 - Figurante Narigudo
  • n°17 - Glória e Paty
  • n°27 - Citada por Chaves no episódio do aniversário do Seu Madruga.
  • n°37 - Citado por Seu Madruga
  • n°84 - Citado por Seu Madruga.

Trivia

  • Enquanto os episódios originais apontam que a Vila se localiza na Cidade do México, a dublagem do episódio Os Farofeiros - Parte 2 - famosa por adaptar o destino de Acapulco para Guarujá, ainda que Acapulco tenha sido citada na dublagem do episódio anterior - também relocaliza a Vila para a cidade de São Paulo.[5]
  • O pátio da Vila foi desenhado por Roberto Gómez Bolaños.[6]

Referências Bibliográficas e Notas

  1. Episódio Animais Proibidos (versão original apenas), 6 de dezembro de 1976
    Chiquinha: "Donde te mordió?!"
    Chaves: "En la Avenida Insurgentes."
    A Avenida Insurgentes é a avenida mais longa da Cidade do México, cortando a cidade de norte a sul.
  2. Livro Chaves - a História Oficial Ilustrada (Roberto Gómez Bolaños, Editorial Televisa; 2012), p. 63 (visualização)
  3. Episódio Antes Um Tanque Funcionando Que Uma Lavadora Encrencada, 7 de Janeiro de 1980
    Dona Neves: "Não, filha, somos 78 inquilinos que moramos aqui na Vila."
  4. Episódio Brincando de Bombeiros (versão original apenas), 31 de Março de 1975
    Seu Madruga: "Que se está llendo la luz."
    Chiquinha: "¿Doña Luz la del 24?"
  5. Episódio Os Farofeiros - Parte 2 (dublagem brasileira apenas), 13 de Janeiro de 1991
    Chiquinha: "Como é que chegou aqui no Guarujá, Chaves?!"
    Chaves: "É que eu vim com o Sr. Barriga!"
    Chiquinha: "Ah! O Botijão com Patas?"
    Sr. Barriga: "Quem é Botijão com Patas?"
    Chiquinha: "Um velho gordo que tem um cortiço em São Paulo, e que..."
  6. PRE- PRODUCCIÓN via Blog Chespirito, 18 de Fevereiro de 2019
    "Como Chespirito era muy buen dibujante y tenía conocimientos de ingeniería, se encargaba de trazar los planos escenográficos. Él mismo diseñó el patio de la vecindad, el salón de clases, el consultorio del Dr. Chapatín; en realidad, no hubo un sólo set que no fuera creación suya."


Áreas e casas da Vila
Primeiro Pátio · Apt. 14 · Apt. 71 · Apt. 72 · Segundo Pátio· Casa n°8 · Parte de Fora da Vila


Lugares na série Chaves
Vila · Restaurante da Dona Florinda · Escola · Acapulco · Tangamandápio · Casa do Sr. Barriga· Parque de Diversões· Salão de Cabeleireiro
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.